Sismac
  • 08 | 04 | 2021 - 15:02 Além dos muros da escola

    Comitê de Solidariedade conseguiu ajudar 22 famílias na última semana

    Comitê de Solidariedade conseguiu ajudar 22 famílias na última semana
    Com aumento da fome e da miséria e o descaso dos governos com assistência social, doações são cada vez mais necessárias

    Nas vésperas do feriado da Páscoa, o SISMMAC e o SISMUC reforçaram o pedido por doações e, desde então, com as contribuições que chegaram aos sindicatos, 22 famílias puderam ser ajudadas. Mas, a necessidade por alimentos e produtos de limpeza e higiene não para de crescer.

    Segundo estudo da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, no Brasil, 55% dos domicílios convivem com insegurança alimentar, ou seja, 55% das famílias brasileiras não sabem se terão como colocar comida na mesa no dia de amanhã. Outro dado divulgado recentemente revela que, em 2020, 19 milhões de brasileiros passaram fome.

    Por isso, é importante que você organize doações entre os seus colegas de trabalho, moradores do condomínio ou da rua. A exemplo dos trabalhadores da Escola Municipal Darcy Ribeiro, da regional do Tatuquara, que se uniram em solidariedade de classe às famílias que estão passando necessidades e fizeram uma doação de alimentos expressiva para os sindicatos na última semana. Trabalhadores da Escola Municipal José Wanderley também fizeram doações para o Comitê, para além dos membros das direções dos sindicatos.

    Se você está indo para seu o local de trabalho, coloque uma caixa e faça um cartaz pedindo doações e converse com os seus colegas, depois, entre em contato com o SISMMAC ou o SISMUC para organizarmos a retirada ou a entrega. Como os trabalhadores da educação permanecem em trabalho remoto, é possível organizar doações em dinheiro para que um representante faça as compras e doações com a contribuição de todos posteriormente.

    É importante ressaltar que estamos enfrentando a pandemia há mais de um ano, muitas pessoas têm empenhado esforços para garantir comida na mesa de quem precisa e não tem condições, mas nossas doações têm diminuído mês a mês e o número de famílias que procura por ajuda cresce cada dia mais. O Comitê de Solidariedade e Combate à Covid-19 agradece as doações de todos!

  • 08 | 04 | 2021 - 15:02 Além dos muros da escola

    Comitê de Solidariedade conseguiu ajudar 22 famílias na última semana

    Comitê de Solidariedade conseguiu ajudar 22 famílias na última semana
    Com aumento da fome e da miséria e o descaso dos governos com assistência social, doações são cada vez mais necessárias

    Nas vésperas do feriado da Páscoa, o SISMMAC e o SISMUC reforçaram o pedido por doações e, desde então, com as contribuições que chegaram aos sindicatos, 22 famílias puderam ser ajudadas. Mas, a necessidade por alimentos e produtos de limpeza e higiene não para de crescer.

    Segundo estudo da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, no Brasil, 55% dos domicílios convivem com insegurança alimentar, ou seja, 55% das famílias brasileiras não sabem se terão como colocar comida na mesa no dia de amanhã. Outro dado divulgado recentemente revela que, em 2020, 19 milhões de brasileiros passaram fome.

    Por isso, é importante que você organize doações entre os seus colegas de trabalho, moradores do condomínio ou da rua. A exemplo dos trabalhadores da Escola Municipal Darcy Ribeiro, da regional do Tatuquara, que se uniram em solidariedade de classe às famílias que estão passando necessidades e fizeram uma doação de alimentos expressiva para os sindicatos na última semana. Trabalhadores da Escola Municipal José Wanderley também fizeram doações para o Comitê, para além dos membros das direções dos sindicatos.

    Se você está indo para seu o local de trabalho, coloque uma caixa e faça um cartaz pedindo doações e converse com os seus colegas, depois, entre em contato com o SISMMAC ou o SISMUC para organizarmos a retirada ou a entrega. Como os trabalhadores da educação permanecem em trabalho remoto, é possível organizar doações em dinheiro para que um representante faça as compras e doações com a contribuição de todos posteriormente.

    É importante ressaltar que estamos enfrentando a pandemia há mais de um ano, muitas pessoas têm empenhado esforços para garantir comida na mesa de quem precisa e não tem condições, mas nossas doações têm diminuído mês a mês e o número de famílias que procura por ajuda cresce cada dia mais. O Comitê de Solidariedade e Combate à Covid-19 agradece as doações de todos!

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS