Sismac
  • 16 | 08 | 2019 - 16:02 Mobilização

    Reposição da Greve: somente quando for garantida a todos os servidores

    Reposição da Greve: somente quando for garantida a todos os servidores
    Proposta apresenta pela Prefeitura em reunião não garante retirada da falta, nem devolução de todos os descontos

    Depois de dois meses de cobrança, teve início nesta sexta-feira (16) a negociação com a Prefeitura sobre a reposição da greve geral do dia 14 de junho. A proposta apresentada pela administração durante a reunião ainda é incompleta: não garante a retirada da falta, nem a devolução de todos os reflexos financeiros e também não assegura o direito de reposição para todas as servidoras e servidores municipais que participaram da greve.

    Os representantes da administração se recusaram a negociar em uma reunião conjunta com o SISMMAC e o SISMUC. Apesar do pedido dos sindicatos, a reunião de hoje tratou da reposição apenas para os profissionais do magistério, representados pelo SISMMAC, e a negociação sobre os demais servidores, representados pelo SISMUC, será no dia 30 de agosto.

    A Secretaria Municipal de Educação confirmou na reunião que a reposição será oportunizada para todos os profissionais do magistério que participaram da greve, independentemente de o dia letivo ter sido garantido ou não. A proposta da administração é que a reposição seja feita aos sábados, no respectivo turno de lotação, com devolução dos descontos no contracheque referente ao mês trabalhado. Quando questionada pela direção do SISMMAC sobre a garantia da retirada das faltas e de todos os reflexos financeiros, como gratificações e auxílio-transporte, os representantes da Prefeitura afirmaram que ainda irão consultar a Procuradoria Geral do Município.

    Os sindicatos orientam que ninguém agende a reposição enquanto o direito não for garantido a todos os servidores. As representantes das secretarias de Educação e de Administração e de Gestão de Pessoal firmaram em ata o compromisso de só publicar a instrução normativa com orientações sobre a reposição quando as informações sobre a retirada das faltas e devolução de todos os descontos estiverem devidamente esclarecidas.

    O SISMMAC reivindicou que seja respeitada a autonomia das escolas para que a equipe diretiva possa organizar o quadro de profissionais necessários para a reposição. Também solicitou que seja garantido às professoras e professores a oportunidade de repor em uma escola no mesmo núcleo em que trabalham, sempre que houver essa possibilidade. A administração acatou essa última reivindicação e afirmou que levará em consideração o pedido sobre a autonomia da escola na organização do quadro de profissionais.

    A próxima assembleia do magistério acontece no dia 27 de agosto. A direção do SISMMAC reivindicou que as informações que faltam sobre a retirada das faltas e o desconto de todos os reflexos sejam apresentadas até essa data para que a categoria possa debater e avaliar a proposta na íntegra.

    Apesar de ter sugerido que os critérios serão os mesmos apresentados aos demais servidores da educação, a administração não aceitou tratar do assunto em uma reunião conjunta, nem autorizou que o SISMUC estivesse presente na reunião desta sexta-feira.

  • 16 | 08 | 2019 - 16:02 Mobilização

    Reposição da Greve: somente quando for garantida a todos os servidores

    Reposição da Greve: somente quando for garantida a todos os servidores
    Proposta apresenta pela Prefeitura em reunião não garante retirada da falta, nem devolução de todos os descontos

    Depois de dois meses de cobrança, teve início nesta sexta-feira (16) a negociação com a Prefeitura sobre a reposição da greve geral do dia 14 de junho. A proposta apresentada pela administração durante a reunião ainda é incompleta: não garante a retirada da falta, nem a devolução de todos os reflexos financeiros e também não assegura o direito de reposição para todas as servidoras e servidores municipais que participaram da greve.

    Os representantes da administração se recusaram a negociar em uma reunião conjunta com o SISMMAC e o SISMUC. Apesar do pedido dos sindicatos, a reunião de hoje tratou da reposição apenas para os profissionais do magistério, representados pelo SISMMAC, e a negociação sobre os demais servidores, representados pelo SISMUC, será no dia 30 de agosto.

    A Secretaria Municipal de Educação confirmou na reunião que a reposição será oportunizada para todos os profissionais do magistério que participaram da greve, independentemente de o dia letivo ter sido garantido ou não. A proposta da administração é que a reposição seja feita aos sábados, no respectivo turno de lotação, com devolução dos descontos no contracheque referente ao mês trabalhado. Quando questionada pela direção do SISMMAC sobre a garantia da retirada das faltas e de todos os reflexos financeiros, como gratificações e auxílio-transporte, os representantes da Prefeitura afirmaram que ainda irão consultar a Procuradoria Geral do Município.

    Os sindicatos orientam que ninguém agende a reposição enquanto o direito não for garantido a todos os servidores. As representantes das secretarias de Educação e de Administração e de Gestão de Pessoal firmaram em ata o compromisso de só publicar a instrução normativa com orientações sobre a reposição quando as informações sobre a retirada das faltas e devolução de todos os descontos estiverem devidamente esclarecidas.

    O SISMMAC reivindicou que seja respeitada a autonomia das escolas para que a equipe diretiva possa organizar o quadro de profissionais necessários para a reposição. Também solicitou que seja garantido às professoras e professores a oportunidade de repor em uma escola no mesmo núcleo em que trabalham, sempre que houver essa possibilidade. A administração acatou essa última reivindicação e afirmou que levará em consideração o pedido sobre a autonomia da escola na organização do quadro de profissionais.

    A próxima assembleia do magistério acontece no dia 27 de agosto. A direção do SISMMAC reivindicou que as informações que faltam sobre a retirada das faltas e o desconto de todos os reflexos sejam apresentadas até essa data para que a categoria possa debater e avaliar a proposta na íntegra.

    Apesar de ter sugerido que os critérios serão os mesmos apresentados aos demais servidores da educação, a administração não aceitou tratar do assunto em uma reunião conjunta, nem autorizou que o SISMUC estivesse presente na reunião desta sexta-feira.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS