Sismac
  • Geral

    Prefeitura se nega a negociar alternativas em defesa do ICS

    Prefeitura se nega a negociar alternativas em defesa do ICS
    No Dia do Funcionário Público servidores municipais fizeram de ato na Prefeitura de Curitiba para negociar mudanças ao ICS. As autoridades rejeitaram todas as propostas apresentadas pelos servidores
    No Dia do Funcionário Público servidores do magistério e das demais categorias do serviço municipal participaram de ato na Prefeitura de Curitiba, a partir das 16 horas.

    O principal objetivo da manifestação era negociar com a administração as mudanças propostas para o ICS - Instituto Curitiba de Saúde. Mas a data foi também lembrada, com a partilha e distribuição de bolo entre os presentes.

    Uma comissão com representantes do Sismmac e do Sismuc foi recebida pelos secretários de Recursos Humanos, Arnaldo Bertone, e de Governo, Rui Hara, e pelo presidente do Instituto Curitiba Saúde (ICS), José Lupion Neto.

    Bertone foi quem falou pela Prefeitura Municipal. Disse que não está na agenda do prefeito qualquer mudança na gestão do ICS.

    As autoridades rejeitam qualquer mudança no regime administrativo do ICS como as que propõem os servidores, de serviço autônomo para autarquia. Isto transformaria o instituto de entidade privada em instituição pública.

    Também não querem nem conversa sobre gestão paritária ou transparência na sua administração. Preferem o servidor bem distante de qualquer poder decisório.

    Portanto, nenhuma medida será tomada pelo prefeito antes do julgamento da ação civil pública contra o ICS. Pela postura adotada e os argumentos apresentados, conclui-se que, se a Justiça rejeitar a ação, na melhor das hipóteses, o ICS continua como está. Se a ação for aceita, o caminho que eles apontam é a sua privatização completa.

    Após a reunião foi realizada assembléia no pátio da PMC. Decidiu-se reforçar a mobilização dos servidores nos locais de trabalho em defesa do ICS até a próxima assembléia, em 3 de dezembro, às 19 horas. O local ainda será definido.

    Projeto de lei
    No dia 23 de outubro, as direções do Siosmmac e do Sismuc apresentam à Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores as razões e defenderam as propostas do projeto de lei em defesa do ICS.
  • Geral

    Prefeitura se nega a negociar alternativas em defesa do ICS

    Prefeitura se nega a negociar alternativas em defesa do ICS
    No Dia do Funcionário Público servidores municipais fizeram de ato na Prefeitura de Curitiba para negociar mudanças ao ICS. As autoridades rejeitaram todas as propostas apresentadas pelos servidores
    No Dia do Funcionário Público servidores do magistério e das demais categorias do serviço municipal participaram de ato na Prefeitura de Curitiba, a partir das 16 horas.

    O principal objetivo da manifestação era negociar com a administração as mudanças propostas para o ICS - Instituto Curitiba de Saúde. Mas a data foi também lembrada, com a partilha e distribuição de bolo entre os presentes.

    Uma comissão com representantes do Sismmac e do Sismuc foi recebida pelos secretários de Recursos Humanos, Arnaldo Bertone, e de Governo, Rui Hara, e pelo presidente do Instituto Curitiba Saúde (ICS), José Lupion Neto.

    Bertone foi quem falou pela Prefeitura Municipal. Disse que não está na agenda do prefeito qualquer mudança na gestão do ICS.

    As autoridades rejeitam qualquer mudança no regime administrativo do ICS como as que propõem os servidores, de serviço autônomo para autarquia. Isto transformaria o instituto de entidade privada em instituição pública.

    Também não querem nem conversa sobre gestão paritária ou transparência na sua administração. Preferem o servidor bem distante de qualquer poder decisório.

    Portanto, nenhuma medida será tomada pelo prefeito antes do julgamento da ação civil pública contra o ICS. Pela postura adotada e os argumentos apresentados, conclui-se que, se a Justiça rejeitar a ação, na melhor das hipóteses, o ICS continua como está. Se a ação for aceita, o caminho que eles apontam é a sua privatização completa.

    Após a reunião foi realizada assembléia no pátio da PMC. Decidiu-se reforçar a mobilização dos servidores nos locais de trabalho em defesa do ICS até a próxima assembléia, em 3 de dezembro, às 19 horas. O local ainda será definido.

    Projeto de lei
    No dia 23 de outubro, as direções do Siosmmac e do Sismuc apresentam à Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores as razões e defenderam as propostas do projeto de lei em defesa do ICS.

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS