Sismac
  • 08 | 12 | 2020 - 20:48 Informe-se

    IPMC erra cálculo na adesão ao pagamento parcelado da licença-prêmio

    IPMC erra cálculo na adesão ao pagamento parcelado da licença-prêmio
    Servidores perceberam diferença de valor a receber de licença-prêmio ão usufruída e o cálculo apresentado pelo IPMC

    Os aposentados que estão aderindo ao pagamento parcelado da licença-prêmio previsto no decreto municipal 572/2020 devem ficar atentos. O cálculo da Prefeitura não está considerando o abono permanência, o que reduz o valor a ser pago.

    Alguns aposentados procuraram os Sindicatos para relatar que foram direto ao Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC) pedir a correção do cálculo, e foram orientados a assinar um termo que inclui uma frase que pode levar à renúncia do valor correto. Por isso, os aposentados devem ficar atentos.

    Os Sindicatos solicitaram esclarecimentos à gestão sobre essa situação prejudicial aos servidores. O abono permanência é uma prestação pecuniária devida aos servidores que preenchem os requisitos para aposentadoria e optam por continuar trabalhando. É um direito pecuniário permanente que deve ser incluído no cálculo para pagamento da licença-prêmio não usufruída. Clique aqui para conferir o ofício. 

    Para não cair nessa armadilha, os sindicatos disponibilizam um requerimento para que os aposentados apresentem no IPMC quando forem aderir ao pagamento parcelado. No documento fica expresso que os servidores não renunciam ao valor devido e solicitam que o cálculo seja refeito, incluindo o abono permanência. Confira o documento no box ao lado.

    Quem tiver dúvidas pode procurar o atendimento jurídico individual para orientação. O agendamento no SISMMAC deve ser feito pelo telefone (41) 99236-1220.

    Com atraso médio de sete anos no pagamento em pecúnia das licenças-prêmio dos servidores que se aposentaram, Greca publicou o decreto municipal 572/2020 propondo o pagamento parcelado do valor devido em até 36 vezes. Os interessados têm até o dia 10 de dezembro para aderir ou não à proposta.

  • 08 | 12 | 2020 - 20:48 Informe-se

    IPMC erra cálculo na adesão ao pagamento parcelado da licença-prêmio

    IPMC erra cálculo na adesão ao pagamento parcelado da licença-prêmio
    Servidores perceberam diferença de valor a receber de licença-prêmio ão usufruída e o cálculo apresentado pelo IPMC

    Os aposentados que estão aderindo ao pagamento parcelado da licença-prêmio previsto no decreto municipal 572/2020 devem ficar atentos. O cálculo da Prefeitura não está considerando o abono permanência, o que reduz o valor a ser pago.

    Alguns aposentados procuraram os Sindicatos para relatar que foram direto ao Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC) pedir a correção do cálculo, e foram orientados a assinar um termo que inclui uma frase que pode levar à renúncia do valor correto. Por isso, os aposentados devem ficar atentos.

    Os Sindicatos solicitaram esclarecimentos à gestão sobre essa situação prejudicial aos servidores. O abono permanência é uma prestação pecuniária devida aos servidores que preenchem os requisitos para aposentadoria e optam por continuar trabalhando. É um direito pecuniário permanente que deve ser incluído no cálculo para pagamento da licença-prêmio não usufruída. Clique aqui para conferir o ofício. 

    Para não cair nessa armadilha, os sindicatos disponibilizam um requerimento para que os aposentados apresentem no IPMC quando forem aderir ao pagamento parcelado. No documento fica expresso que os servidores não renunciam ao valor devido e solicitam que o cálculo seja refeito, incluindo o abono permanência. Confira o documento no box ao lado.

    Quem tiver dúvidas pode procurar o atendimento jurídico individual para orientação. O agendamento no SISMMAC deve ser feito pelo telefone (41) 99236-1220.

    Com atraso médio de sete anos no pagamento em pecúnia das licenças-prêmio dos servidores que se aposentaram, Greca publicou o decreto municipal 572/2020 propondo o pagamento parcelado do valor devido em até 36 vezes. Os interessados têm até o dia 10 de dezembro para aderir ou não à proposta.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS