Sismac
  • 29 | 07 | 2021 - 11:38 CR

    CR marca ato para o dia 3 de agosto, em frente à Prefeitura

    CR marca ato para o dia 3 de agosto, em frente à Prefeitura
    Atividade conjunta também contou com análise de conjuntura e discussão de exigências para retorno presencial

    A proposta para realização de um ato de representação foi uma das deliberações do Conselho de Representantes Conjunto da Educação que aconteceu na quarta-feira (28) em dois momentos, no período da manhã e noite. A proposta do ato havia sido discutida inicialmente na assembleia conjunta da educação, realizada pelo SISMUC e SISMMAC no dia 22, e foi confirmada no CR.

    O ato será realizado na manhã de terça-feira, 3 de agosto, às 9h, em frente à Prefeitura. Os trabalhadores vão reivindicar o que a gestão não deu até o momento para os servidores: equipamentos de proteção individual (EPIs) de qualidade, testagem em massa dos trabalhadores e condições para estabelecer o distanciamento social nos locais de trabalho. Ainda faltam EPIS como aventais, luvas, faceshield e máscaras eficazes.

    Para esta segunda-feira (2) está previsto o retorno das atividades presenciais nos equipamentos da educação no sistema híbrido, sem a total imunização dos trabalhadores. A maior parte da categoria ainda não recebeu as duas doses de vacina para completar o esquema vacinal, e há casos de servidores que não puderam tomar a vacina no dia agendado por estarem com Covid-19 e ainda não conseguiram a primeira dose na repescagem. Além disso, algumas categorias, como auxiliares de serviços escolares, estarão presencialmente nas unidades, sem rodízio, e sem condições seguras para o trabalho.

    As máscaras de tecido e o álcool em gel disponibilizadas pela Prefeitura para alunos e trabalhadores da educação são ineficazes. No início do ano, os Sindicatos coletaram amostras destes materiais e encaminharam para avaliações que comprovaram a baixa eficácia das máscaras e do álcool em gel que não elimina o vírus da Covid-19.

    Mobilizar para resistir. Não à PEC 32

    O encontro que aconteceu de forma virtual também contou com uma conversa com Cristiano Machado, membro da diretoria do Sinsprev (SP) e Fenasps, que fez uma análise de conjuntura e dos ataques previstos na PEC 32, da Reforma Administrativa. Em sua exposição, ele reforçou a necessidade de resistência contra o ataque, prejudicial para os servidores e para todos os usuários dos serviços públicos.

    A PEC 32 pretende transformar em mercadoria os serviços oferecidos e que foram resultado de muita luta, como o Sistema Único de Saúde (SUS), a educação pública, entre outros. Machado lembrou que a PEC como está colocada não atinge os privilegiados do serviço público no Poder Judiciário, nas Forças Militares e polícias, preservando o núcleo duro de manutenção do governo e do sistema capitalista, mas atinge toda sociedade que terá serviços precarizados.

    Participe das atividades convocadas pelos Sindicatos e do calendário de lutas nacional. Unidos Somos Fortes!
    Em reunião com a SME, o SISMMAC e o SISMUC reivindicaram que a gestão disponibilize máscaras com maior efetividade na proteção, como N95 ou PFF2, e que o retorno para atividade presencial ocorra com o esquema vacinal completo. Mas, a gestão alegou que, com os protocolos e EPIs distribuídos, é possível retornar, colocando a comunidade escolar em risco de contaminação, afinal a pandemia ainda não acabou!

    Os trabalhadores retornam ao trabalho presencial em estado de greve! Esse é um mecanismo que permite que novas assembleias sejam convocadas a qualquer momento para discutir as próximas ações.

    É importante conversar com a comunidade e os colegas sobre esta situação e cobrar condições seguras para o trabalho. Os Sindicatos estão realizando visitas nos equipamentos e reforçamos que ao menor sinal de problemas estruturais nas unidades, casos de testes positivos entre estudantes e trabalhadores e descumprimento das medidas de segurança entre em contato com canal de denúncia pelo WhatsApp (41) 99988-2680. Com essas informações podemos cobrar a gestão!

    Seguimos firmes reivindicando condições seguras para o retorno das atividades presenciais nos equipamentos da educação.

  • 29 | 07 | 2021 - 11:38 CR

    CR marca ato para o dia 3 de agosto, em frente à Prefeitura

    CR marca ato para o dia 3 de agosto, em frente à Prefeitura
    Atividade conjunta também contou com análise de conjuntura e discussão de exigências para retorno presencial

    A proposta para realização de um ato de representação foi uma das deliberações do Conselho de Representantes Conjunto da Educação que aconteceu na quarta-feira (28) em dois momentos, no período da manhã e noite. A proposta do ato havia sido discutida inicialmente na assembleia conjunta da educação, realizada pelo SISMUC e SISMMAC no dia 22, e foi confirmada no CR.

    O ato será realizado na manhã de terça-feira, 3 de agosto, às 9h, em frente à Prefeitura. Os trabalhadores vão reivindicar o que a gestão não deu até o momento para os servidores: equipamentos de proteção individual (EPIs) de qualidade, testagem em massa dos trabalhadores e condições para estabelecer o distanciamento social nos locais de trabalho. Ainda faltam EPIS como aventais, luvas, faceshield e máscaras eficazes.

    Para esta segunda-feira (2) está previsto o retorno das atividades presenciais nos equipamentos da educação no sistema híbrido, sem a total imunização dos trabalhadores. A maior parte da categoria ainda não recebeu as duas doses de vacina para completar o esquema vacinal, e há casos de servidores que não puderam tomar a vacina no dia agendado por estarem com Covid-19 e ainda não conseguiram a primeira dose na repescagem. Além disso, algumas categorias, como auxiliares de serviços escolares, estarão presencialmente nas unidades, sem rodízio, e sem condições seguras para o trabalho.

    As máscaras de tecido e o álcool em gel disponibilizadas pela Prefeitura para alunos e trabalhadores da educação são ineficazes. No início do ano, os Sindicatos coletaram amostras destes materiais e encaminharam para avaliações que comprovaram a baixa eficácia das máscaras e do álcool em gel que não elimina o vírus da Covid-19.

    Mobilizar para resistir. Não à PEC 32

    O encontro que aconteceu de forma virtual também contou com uma conversa com Cristiano Machado, membro da diretoria do Sinsprev (SP) e Fenasps, que fez uma análise de conjuntura e dos ataques previstos na PEC 32, da Reforma Administrativa. Em sua exposição, ele reforçou a necessidade de resistência contra o ataque, prejudicial para os servidores e para todos os usuários dos serviços públicos.

    A PEC 32 pretende transformar em mercadoria os serviços oferecidos e que foram resultado de muita luta, como o Sistema Único de Saúde (SUS), a educação pública, entre outros. Machado lembrou que a PEC como está colocada não atinge os privilegiados do serviço público no Poder Judiciário, nas Forças Militares e polícias, preservando o núcleo duro de manutenção do governo e do sistema capitalista, mas atinge toda sociedade que terá serviços precarizados.

    Participe das atividades convocadas pelos Sindicatos e do calendário de lutas nacional. Unidos Somos Fortes!
    Em reunião com a SME, o SISMMAC e o SISMUC reivindicaram que a gestão disponibilize máscaras com maior efetividade na proteção, como N95 ou PFF2, e que o retorno para atividade presencial ocorra com o esquema vacinal completo. Mas, a gestão alegou que, com os protocolos e EPIs distribuídos, é possível retornar, colocando a comunidade escolar em risco de contaminação, afinal a pandemia ainda não acabou!

    Os trabalhadores retornam ao trabalho presencial em estado de greve! Esse é um mecanismo que permite que novas assembleias sejam convocadas a qualquer momento para discutir as próximas ações.

    É importante conversar com a comunidade e os colegas sobre esta situação e cobrar condições seguras para o trabalho. Os Sindicatos estão realizando visitas nos equipamentos e reforçamos que ao menor sinal de problemas estruturais nas unidades, casos de testes positivos entre estudantes e trabalhadores e descumprimento das medidas de segurança entre em contato com canal de denúncia pelo WhatsApp (41) 99988-2680. Com essas informações podemos cobrar a gestão!

    Seguimos firmes reivindicando condições seguras para o retorno das atividades presenciais nos equipamentos da educação.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS