Sismac
  • 01 | 04 | 2021 - 14:49 Mobilização

    Educação aguarda publicação de decreto que prorroga retorno presencial

    Educação aguarda publicação de decreto que prorroga retorno presencial
    Categoria terá assembleia de deflagração de greve caso prefeito não se comprometa com a suspensão do ensino presencial

    Nos canais de comunicação da Prefeitura e na imprensa, Greca afirmou que as aulas presenciais só serão retomadas quando os professores forem imunizados contra Covid-19. Apesar do anúncio ser público, o prefeito ainda não publicou um decreto que suspenda o retorno presencial. A última medida oficial publicada pela Prefeitura suspende as aulas presenciais até a próxima terça-feira, dia 6 de abril.

    E nós sabemos que não devemos confiar no prefeito Rafael Greca. Em novembro do ano passado, ele participou de uma entrevista para a RPC na qual afirmava que o retorno presencial só ocorreria mediante vacina dos trabalhadores. Mas, mesmo sem a imunização, forçou a retomada dos trabalhos presenciais em fevereiro. Para além disso, no anúncio de semana passada, Greca só falou da vacina para os professores, quando na realidade todos os trabalhadores da educação precisam ser imunizados para que o retorno seja de fato seguro para a comunidade escolar.

    Por isso, estamos atentos. Caso o decreto não seja publicado o quanto antes, o SISMMAC e o SISMUC poderão convocar a qualquer momento assembleia extraordinária de deflagração de greve. Se o prefeito mantiver o retorno presencial para o dia 6, nossa resposta precisa ser a greve em defesa da vida!

    Caso o decreto que suspende o retorno presencial seja publicado no feriado, manteremos nossa campanha nos outdoors da cidade, nas rádios e com carros de som para cobrar a vacinação de todos os trabalhadores da educação. Unidos Somos Fortes!

  • 01 | 04 | 2021 - 14:49 Mobilização

    Educação aguarda publicação de decreto que prorroga retorno presencial

    Educação aguarda publicação de decreto que prorroga retorno presencial
    Categoria terá assembleia de deflagração de greve caso prefeito não se comprometa com a suspensão do ensino presencial

    Nos canais de comunicação da Prefeitura e na imprensa, Greca afirmou que as aulas presenciais só serão retomadas quando os professores forem imunizados contra Covid-19. Apesar do anúncio ser público, o prefeito ainda não publicou um decreto que suspenda o retorno presencial. A última medida oficial publicada pela Prefeitura suspende as aulas presenciais até a próxima terça-feira, dia 6 de abril.

    E nós sabemos que não devemos confiar no prefeito Rafael Greca. Em novembro do ano passado, ele participou de uma entrevista para a RPC na qual afirmava que o retorno presencial só ocorreria mediante vacina dos trabalhadores. Mas, mesmo sem a imunização, forçou a retomada dos trabalhos presenciais em fevereiro. Para além disso, no anúncio de semana passada, Greca só falou da vacina para os professores, quando na realidade todos os trabalhadores da educação precisam ser imunizados para que o retorno seja de fato seguro para a comunidade escolar.

    Por isso, estamos atentos. Caso o decreto não seja publicado o quanto antes, o SISMMAC e o SISMUC poderão convocar a qualquer momento assembleia extraordinária de deflagração de greve. Se o prefeito mantiver o retorno presencial para o dia 6, nossa resposta precisa ser a greve em defesa da vida!

    Caso o decreto que suspende o retorno presencial seja publicado no feriado, manteremos nossa campanha nos outdoors da cidade, nas rádios e com carros de som para cobrar a vacinação de todos os trabalhadores da educação. Unidos Somos Fortes!

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS