Sismac
  • 16 | 01 | 2020 - 13:37 Mobilização

    Greca usa a rádio para atacar os sindicatos com discurso mentiroso

    Greca usa a rádio para atacar os sindicatos com discurso mentiroso
    Prefeito quer destruir serviços públicos e prejudicar atendimento à população

    Freado na sua sede de sucatear e privatizar os serviços públicos graças à união e à luta dos servidores, o desprefeito Rafael Greca ataca a organização dos trabalhadores ao tentar culpabilizar os sindicatos pelas consequências da incompetência da sua gestão.

    Na manhã desta quinta-feira (16), o prefeito Rafael Greca usou uma entrevista ao vivo para o Jornal da Banda 1ª edição, da Rádio Banda B, para espalhar mentiras – um verdadeiro desrespeito aos servidores e à população, que tiveram seus direitos rifados em troca de contratos milionários de asfalto nos últimos anos.

    O prefeito quer fazer a população acreditar que os sindicatos atrasam o andamento dos serviços da gestão. Mas a verdade é que os sindicatos e o servidores unidos são uma barreira contra os retrocessos de um governo que quer destruir os serviços públicos e prejudicar o atendimento à população.Enquanto isso, o dinheiro público é torrado em contratos milionários sem licitação para compra de obras de arte, em gastos excessivos com alimentação e viagens de luxo do prefeito, escândalos que sequer foram questionados na entrevista.

    Na sua tentativa de privatização das UPAs, Greca faz um discurso defendendo que haverá economia ao passar a gestão das UPAs para as Organizações Sociais (OSs), afirmação que não é verdadeira.

    A terceirização das UPAs não gera economia para o município. O que Greca quer é apenas transferir a gestão para uma OS, mas os custos continuam sendo pagos pela Prefeitura – e o pior, como os gastos das OSs não precisam ser divulgados publicamente, isso facilita o desvio de verbas públicas por práticas corruptas.

    Além disso, com a terceirização, a administração municipal tem que remanejar os servidores que já atuavam nas UPAs, com anos de experiência no atendimento de urgência e emergência, e transferi-los para outras unidades. Ou seja, mantém os mesmos gastos da estrutura já existente e repassa ainda mais verbas para as organizações privadas.

    O SISMUC, o SISMMAC e os servidores não se deixam enganar pela conversa mole de Rafael Greca. Seguimos firmes na luta contra as terceirizações e em defesa dos serviços públicos e de qualidade.

  • 16 | 01 | 2020 - 13:37 Mobilização

    Greca usa a rádio para atacar os sindicatos com discurso mentiroso

    Greca usa a rádio para atacar os sindicatos com discurso mentiroso
    Prefeito quer destruir serviços públicos e prejudicar atendimento à população

    Freado na sua sede de sucatear e privatizar os serviços públicos graças à união e à luta dos servidores, o desprefeito Rafael Greca ataca a organização dos trabalhadores ao tentar culpabilizar os sindicatos pelas consequências da incompetência da sua gestão.

    Na manhã desta quinta-feira (16), o prefeito Rafael Greca usou uma entrevista ao vivo para o Jornal da Banda 1ª edição, da Rádio Banda B, para espalhar mentiras – um verdadeiro desrespeito aos servidores e à população, que tiveram seus direitos rifados em troca de contratos milionários de asfalto nos últimos anos.

    O prefeito quer fazer a população acreditar que os sindicatos atrasam o andamento dos serviços da gestão. Mas a verdade é que os sindicatos e o servidores unidos são uma barreira contra os retrocessos de um governo que quer destruir os serviços públicos e prejudicar o atendimento à população.Enquanto isso, o dinheiro público é torrado em contratos milionários sem licitação para compra de obras de arte, em gastos excessivos com alimentação e viagens de luxo do prefeito, escândalos que sequer foram questionados na entrevista.

    Na sua tentativa de privatização das UPAs, Greca faz um discurso defendendo que haverá economia ao passar a gestão das UPAs para as Organizações Sociais (OSs), afirmação que não é verdadeira.

    A terceirização das UPAs não gera economia para o município. O que Greca quer é apenas transferir a gestão para uma OS, mas os custos continuam sendo pagos pela Prefeitura – e o pior, como os gastos das OSs não precisam ser divulgados publicamente, isso facilita o desvio de verbas públicas por práticas corruptas.

    Além disso, com a terceirização, a administração municipal tem que remanejar os servidores que já atuavam nas UPAs, com anos de experiência no atendimento de urgência e emergência, e transferi-los para outras unidades. Ou seja, mantém os mesmos gastos da estrutura já existente e repassa ainda mais verbas para as organizações privadas.

    O SISMUC, o SISMMAC e os servidores não se deixam enganar pela conversa mole de Rafael Greca. Seguimos firmes na luta contra as terceirizações e em defesa dos serviços públicos e de qualidade.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS