Sismac
  • 02 | 12 | 2015 - 14:17 Negociações

    SISMMAC volta a cobrar publicação do edital do crescimento vertical

    SISMMAC volta a cobrar publicação do edital do crescimento vertical
    Após a cobrança, a administração municipal se comprometeu a informar na próxima semana todas as datas dos procedimento

    A direção do SISMMAC voltou a cobrar nesta terça-feira (01) que a Prefeitura lance com urgência o edital do crescimento vertical deste ano. Em reunião com o Sindicato, a secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, afirmou que o documento será lançado em dezembro. O procedimento deve ser realizado no ano que vêm, depois do período do recesso.

    O SISMMAC também lembrou que a o processo de transição das professoras e professores que já possuem graduação e ainda estão na parte especial deve acontecer no final deste ano, antes do crescimento vertical. Só os profissionais que já estão na parte permanente podem participar do crescimento.

    Após a cobrança, a administração municipal se comprometeu a informar na próxima semana todas as datas dos dois procedimentos. Esse calendário deve ser apresentado o quanto antes para nossa categoria tenha informações oficiais sobre como ocorrerá o crescimento vertical.

    Nossa pressão continua! O SISMMAC entende que o crescimento vertical deve gerar efeitos financeiros a partir de janeiro, como ocorreu antes de 2014. No ano passado, a data foi alterada e as professoras e professores só receberam os crescimentos retroativos à 1º de fevereiro.

    Crescimento vertical
    Pelo Plano de Carreira atual, instituído pela Lei 10190/2001, o crescimento vertical é anual e representa um ganho de 15% para cada nível de formação (pós-graduação, mestrado e doutorado).

    A partir de dezembro de 2016, com o novo Plano de Carreira, o Avanço por Titulação passa a ser de 15% para especialização, 20% para o mestrado e de 25% para o doutorado. Além disso, a comissão permanente que avaliará os certificados terá o prazo de 120 dias para responder o professor e o pagamento do avanço deverá considerar a data do protocolo.

  • 02 | 12 | 2015 - 14:17 Negociações

    SISMMAC volta a cobrar publicação do edital do crescimento vertical

    SISMMAC volta a cobrar publicação do edital do crescimento vertical
    Após a cobrança, a administração municipal se comprometeu a informar na próxima semana todas as datas dos procedimento

    A direção do SISMMAC voltou a cobrar nesta terça-feira (01) que a Prefeitura lance com urgência o edital do crescimento vertical deste ano. Em reunião com o Sindicato, a secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, afirmou que o documento será lançado em dezembro. O procedimento deve ser realizado no ano que vêm, depois do período do recesso.

    O SISMMAC também lembrou que a o processo de transição das professoras e professores que já possuem graduação e ainda estão na parte especial deve acontecer no final deste ano, antes do crescimento vertical. Só os profissionais que já estão na parte permanente podem participar do crescimento.

    Após a cobrança, a administração municipal se comprometeu a informar na próxima semana todas as datas dos dois procedimentos. Esse calendário deve ser apresentado o quanto antes para nossa categoria tenha informações oficiais sobre como ocorrerá o crescimento vertical.

    Nossa pressão continua! O SISMMAC entende que o crescimento vertical deve gerar efeitos financeiros a partir de janeiro, como ocorreu antes de 2014. No ano passado, a data foi alterada e as professoras e professores só receberam os crescimentos retroativos à 1º de fevereiro.

    Crescimento vertical
    Pelo Plano de Carreira atual, instituído pela Lei 10190/2001, o crescimento vertical é anual e representa um ganho de 15% para cada nível de formação (pós-graduação, mestrado e doutorado).

    A partir de dezembro de 2016, com o novo Plano de Carreira, o Avanço por Titulação passa a ser de 15% para especialização, 20% para o mestrado e de 25% para o doutorado. Além disso, a comissão permanente que avaliará os certificados terá o prazo de 120 dias para responder o professor e o pagamento do avanço deverá considerar a data do protocolo.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS