Sismac
  • 15 | 05 | 2020 - 16:45 Condições de Trabalho

    PMC começa a fornecer pijama cirúrgico para servidores

    PMC começa a fornecer pijama cirúrgico para servidores
    Entrega de pijamas cirúrgicos, reivindicados pelos profissionais, representa uma vitória da luta dos trabalhadores

    Atendendo à reivindicação dos servidores da Saúde para disponibilização dos equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados para o enfrentamento à Covid-19, esta semana, a administração municipal começou a entregar os pijamas cirúrgicos para os trabalhadores. Esta é uma vitória da luta conjunta dos trabalhadores!

    A solicitação foi feita pelo SISMUC no início da situação de emergência, em reunião realizada no dia 23 de março, com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), conjunta com o Sindicato dos Médicos do Paraná (SIMEPAR), Sindicato dos Servidores Municipais da Enfermagem de Curitiba (SISMEC) e Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Paraná (Sindacs-PR).

    Foram quase dois meses de espera pelo EPI que representa parte essencial da proteção para todos os trabalhadores que estão no ambiente de tratamento dos pacientes com Coronavírus.Para garantir a redução do risco de contaminação, ainda faltam o macacão e avental impermeável, além das máscaras N95 em quantidade suficiente e para todas as atividades que requerem essa proteção, luvas adequadas e o visor, substituindo os que apresentaram defeitos. O pijama cirúrgico, sem o macacão e o avental impermeável, não garante a proteção dos trabalhadores.

    O pijama cirúrgico substitui a roupa do servidor e deve ser utilizado por baixo de um macacão ou avental impermeável, EPIs ainda não disponibilizados pela Prefeitura de Curitiba para os servidores.

    Continuamos firmes cobrando para que a gestão forneça os EPIs adequados para proteção dos trabalhadores. As máscaras N95 ainda não estão sendo fornecidas em quantidade suficiente.

    Na última sexta-feira (8), uma liminar do Tribunal de Justiça do Paraná estipulou multa diária no valor de R$ 10 mil caso a PMC não forneça os EPIs adequados e não libere os servidores com idade igual ou superior aos 60 anos.

    Estamos de olho e vamos fiscalizar para ver se as medidas serão cumpridas pela gestão Greca.

    É obrigação do governo garantir a segurança dos servidores e fornecer EPIs em quantidade e qualidade adequadas!

    (Texto atualizado em 18.05.20 às 15h30)

  • 15 | 05 | 2020 - 16:45 Condições de Trabalho

    PMC começa a fornecer pijama cirúrgico para servidores

    PMC começa a fornecer pijama cirúrgico para servidores
    Entrega de pijamas cirúrgicos, reivindicados pelos profissionais, representa uma vitória da luta dos trabalhadores

    Atendendo à reivindicação dos servidores da Saúde para disponibilização dos equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados para o enfrentamento à Covid-19, esta semana, a administração municipal começou a entregar os pijamas cirúrgicos para os trabalhadores. Esta é uma vitória da luta conjunta dos trabalhadores!

    A solicitação foi feita pelo SISMUC no início da situação de emergência, em reunião realizada no dia 23 de março, com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), conjunta com o Sindicato dos Médicos do Paraná (SIMEPAR), Sindicato dos Servidores Municipais da Enfermagem de Curitiba (SISMEC) e Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Paraná (Sindacs-PR).

    Foram quase dois meses de espera pelo EPI que representa parte essencial da proteção para todos os trabalhadores que estão no ambiente de tratamento dos pacientes com Coronavírus.Para garantir a redução do risco de contaminação, ainda faltam o macacão e avental impermeável, além das máscaras N95 em quantidade suficiente e para todas as atividades que requerem essa proteção, luvas adequadas e o visor, substituindo os que apresentaram defeitos. O pijama cirúrgico, sem o macacão e o avental impermeável, não garante a proteção dos trabalhadores.

    O pijama cirúrgico substitui a roupa do servidor e deve ser utilizado por baixo de um macacão ou avental impermeável, EPIs ainda não disponibilizados pela Prefeitura de Curitiba para os servidores.

    Continuamos firmes cobrando para que a gestão forneça os EPIs adequados para proteção dos trabalhadores. As máscaras N95 ainda não estão sendo fornecidas em quantidade suficiente.

    Na última sexta-feira (8), uma liminar do Tribunal de Justiça do Paraná estipulou multa diária no valor de R$ 10 mil caso a PMC não forneça os EPIs adequados e não libere os servidores com idade igual ou superior aos 60 anos.

    Estamos de olho e vamos fiscalizar para ver se as medidas serão cumpridas pela gestão Greca.

    É obrigação do governo garantir a segurança dos servidores e fornecer EPIs em quantidade e qualidade adequadas!

    (Texto atualizado em 18.05.20 às 15h30)

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS