Sismac
  • 25 | 03 | 2020 - 11:05 Mobilização

    Desgoverno Greca persegue guardas municipais em meio à pandemia

    Desgoverno Greca persegue guardas municipais em meio à pandemia
    Sindicatos promovem ação solidária para complementar renda de guardas que estão com salários cortados

    Nesta sexta-feira (27), o SISMMAC, o SISMUC e o SIGMUC farão uma transmissão ao vivo para explicar o que a gestão Greca tem feito para perseguir os guardas municipais da cidade. Em meio à pandemia de Coronavírus que estamos vivendo, o desprefeito cortou pela metade os salários de 10 servidores e demitiu dois guardas municipais. O motivo é claro: perseguição política!

    Dados bancários: doe R$ 10 e ajude a repor os salários desses trabalhadores!

    Banco: Caixa Econômica

    Agência: 0663

    Operação: 003

    Conta corrente: 513-4

    CNPJ: 14.096.454/0001-12
    Assista à nossa Live nesta sexta-feira (27), às 16h, nas páginas de Facebook dos três sindicatos e ajude. A ação solidária tem como objetivo reparar as perdas que esses servidores terão com o corte dos salários. Confira no box as informações para depósito bancário.

    Os mesmos servidores que foram agredidos pela gestão durante os atos contra o pacotaço de 2017 vinham sofrendo processo administrativo desde então. A administração municipal argumenta que os guardas ocupavam a escadaria da Câmara Municipal e esse é o motivo para o processo. Nós, servidores municipais, também ocupamos as escadarias da Câmara de Vereadores para lutar em defesa de direitos duramente conquistados e não devemos sofrer processo por lutarmos.

    A decisão inicial foi suspender os salários e afastar esses 10 trabalhadores por três meses. Entretanto, a Prefeitura recuou na medida devido a necessidade de utilizar todo o efetivo de guardas municipais durante a pandemia do Coronavírus. Ou seja, durante todo esse período, esses trabalhadores estarão expostos aos riscos de contrair a Covid-19 e não receberão seus salários integralmente devido às práticas antissindicais do desgoverno Greca. Os sindicatos também exigem que a administração volte atrás nas duas demissões feitas injustamente.

    Participe dessa ação solidária e faça parte desta luta. Juntos somos mais fortes!

  • 25 | 03 | 2020 - 11:05 Mobilização

    Desgoverno Greca persegue guardas municipais em meio à pandemia

    Desgoverno Greca persegue guardas municipais em meio à pandemia
    Sindicatos promovem ação solidária para complementar renda de guardas que estão com salários cortados

    Nesta sexta-feira (27), o SISMMAC, o SISMUC e o SIGMUC farão uma transmissão ao vivo para explicar o que a gestão Greca tem feito para perseguir os guardas municipais da cidade. Em meio à pandemia de Coronavírus que estamos vivendo, o desprefeito cortou pela metade os salários de 10 servidores e demitiu dois guardas municipais. O motivo é claro: perseguição política!

    Dados bancários: doe R$ 10 e ajude a repor os salários desses trabalhadores!

    Banco: Caixa Econômica

    Agência: 0663

    Operação: 003

    Conta corrente: 513-4

    CNPJ: 14.096.454/0001-12
    Assista à nossa Live nesta sexta-feira (27), às 16h, nas páginas de Facebook dos três sindicatos e ajude. A ação solidária tem como objetivo reparar as perdas que esses servidores terão com o corte dos salários. Confira no box as informações para depósito bancário.

    Os mesmos servidores que foram agredidos pela gestão durante os atos contra o pacotaço de 2017 vinham sofrendo processo administrativo desde então. A administração municipal argumenta que os guardas ocupavam a escadaria da Câmara Municipal e esse é o motivo para o processo. Nós, servidores municipais, também ocupamos as escadarias da Câmara de Vereadores para lutar em defesa de direitos duramente conquistados e não devemos sofrer processo por lutarmos.

    A decisão inicial foi suspender os salários e afastar esses 10 trabalhadores por três meses. Entretanto, a Prefeitura recuou na medida devido a necessidade de utilizar todo o efetivo de guardas municipais durante a pandemia do Coronavírus. Ou seja, durante todo esse período, esses trabalhadores estarão expostos aos riscos de contrair a Covid-19 e não receberão seus salários integralmente devido às práticas antissindicais do desgoverno Greca. Os sindicatos também exigem que a administração volte atrás nas duas demissões feitas injustamente.

    Participe dessa ação solidária e faça parte desta luta. Juntos somos mais fortes!

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS