Sismac

Notícias | Aposentados

Imprimir
  • Quem Te viu, Quem Te Vê: Ida Palmonari
    05 | 09 | 2017 - 17:03 Notícias dos aposentados

    Quem Te viu, Quem Te Vê: Ida Palmonari

    Ida é uma das primeiras participantes do Coletivo de Aposentadas do SISMMAC, que foi fundado em 2002

    Ida Palmonari nasceu no interior do Paraná, em Siqueira Campos. Se formou em pedagogia na cidade de Jacarezinho e fez pós-graduação em administração escolar em Bauru, São Paulo.

    Em 1978, veio para Curitiba e entrou para a rede estadual de ensino do Paraná, no qual passou a maior parte de sua carreira. Depois, ingressou na rede municipal em 1981 e trabalhou na E.M Cascavel (atualmente E.M Ulysses Guimarães) até se aposentar.

    Apesar de ter passado sete anos e meio na rede municipal, Ida Palmonari enfrentou muitas lutas em defesa de direitos junto à categoria é sempre se dedicou à organização e mobilização no chão da escola. Ela se filiou em 1981, desde a época da Associação do Magistério Municipal de Curitiba (AMMC) e sempre foi representante da escola, comparecendo em reuniões e atos promovidos pelo Sindicato.

    Palmonari entrou para o Coletivo de Aposentados do SISMMAC em 2002, sendo uma das primeiras a fazer parte do grupo. Para ela, o Coletivo é muito importante e tem melhorado muito ao longo dos anos, principalmente em tempos difíceis. "Com tanta injustiça e corrupção, às vezes sinto que tudo pelo o que nós batalhamos foi por água abaixo. Mas admiro a força e união dessas aposentadas e aposentados que ainda se mantêm produtivos e com propósito de luta”.

    Para manter a mente ativa e o corpo em movimento, Ida se dedica a outras atividades como o artesanato, área pela qual sempre teve interesse. “Sempre gostei de arte e recentemente comecei a fazer bonecas. Vou fazer mais algumas e doá-las em breve para crianças carentes em hospitais”, conta. Ela também iniciou cursos de idiomas, começando pelo francês e italiano. “Tenho planos de aprender um pouco dessas línguas e viajar assim que conseguir garantir o conforto e segurança da minha família”.

    Matéria publicada na edição de setembro do jornal Diário de Classe
Imprimir
  • 05 | 09 | 2017 - 17:03 Notícias dos aposentados
    Quem Te viu, Quem Te Vê: Ida Palmonari

    Quem Te viu, Quem Te Vê: Ida Palmonari

    Ida é uma das primeiras participantes do Coletivo de Aposentadas do SISMMAC, que foi fundado em 2002

    Ida Palmonari nasceu no interior do Paraná, em Siqueira Campos. Se formou em pedagogia na cidade de Jacarezinho e fez pós-graduação em administração escolar em Bauru, São Paulo.

    Em 1978, veio para Curitiba e entrou para a rede estadual de ensino do Paraná, no qual passou a maior parte de sua carreira. Depois, ingressou na rede municipal em 1981 e trabalhou na E.M Cascavel (atualmente E.M Ulysses Guimarães) até se aposentar.

    Apesar de ter passado sete anos e meio na rede municipal, Ida Palmonari enfrentou muitas lutas em defesa de direitos junto à categoria é sempre se dedicou à organização e mobilização no chão da escola. Ela se filiou em 1981, desde a época da Associação do Magistério Municipal de Curitiba (AMMC) e sempre foi representante da escola, comparecendo em reuniões e atos promovidos pelo Sindicato.

    Palmonari entrou para o Coletivo de Aposentados do SISMMAC em 2002, sendo uma das primeiras a fazer parte do grupo. Para ela, o Coletivo é muito importante e tem melhorado muito ao longo dos anos, principalmente em tempos difíceis. "Com tanta injustiça e corrupção, às vezes sinto que tudo pelo o que nós batalhamos foi por água abaixo. Mas admiro a força e união dessas aposentadas e aposentados que ainda se mantêm produtivos e com propósito de luta”.

    Para manter a mente ativa e o corpo em movimento, Ida se dedica a outras atividades como o artesanato, área pela qual sempre teve interesse. “Sempre gostei de arte e recentemente comecei a fazer bonecas. Vou fazer mais algumas e doá-las em breve para crianças carentes em hospitais”, conta. Ela também iniciou cursos de idiomas, começando pelo francês e italiano. “Tenho planos de aprender um pouco dessas línguas e viajar assim que conseguir garantir o conforto e segurança da minha família”.

    Matéria publicada na edição de setembro do jornal Diário de Classe

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS