Sismac

Notícias | Ed. Física

Imprimir
  • Falta de professores de Educação Física é alarmante
    14 | 03 | 2016 - 13:58 Ed. Física

    Falta de professores de Educação Física é alarmante

    Quase 70% das escolas municipais de Curitiba são afetadas pela falta de profissionais de Educação Física

    A direção do SISMMAC, em conjunto com os profissionais do magistério, fez um levantamento a respeito da falta de professores de Educação Física na rede municipal de Curitiba. E o resultado desse levantamento é alarmante. Ao todo, são 127 vagas sem professor padrão lotado. Quase 70% das escolas municipais de Curitiba são afetadas, de alguma forma, pela falta de profissionais de Educação Física.

    Buracos por regional

    BAIRRO NOVO: 16 vagas
    Vaga com RIT: 13
    Vaga sem professor: 3

    BOA VISTA: 8 vagas
    Vaga com RIT: 6
    Vaga sem professor: 2

    BOQUEIRÃO: 21 vagas
    Vaga com RIT: 12
    Vaga sem professor: 9

    CAJURU: 5 vagas
    Vaga com RIT: 2
    Vaga sem professor: 3

    CIC: 37 vagas
    Vaga com RIT: 25
    Vaga sem professor: 12

    MATRIZ: 0 vagas
    Vaga com RIT: 0
    Vaga sem professor: 0

    PINHEIRINHO: 12 vagas
    Vaga com RIT: 9
    Vaga sem professor: 3

    PORTÃO: 4 vagas
    Vaga com RIT: 2
    Vaga sem professor: 2

    SANTA FELICIDADE: 8 vagas
    Vaga com RIT: 8
    Vaga sem professor: 0

    TATUQUARA: 16 vagas
    Vaga com RIT: 10
    Vaga sem professor: 6
    Dessas 127 vagas, 87 estão, nesse momento, sendo cobertas por professores RIT e 40 estão sem nenhum profissional. As 127 vagas são as chamadas vaga-vaga, ou seja, havia um professor lotado que pode ter sido remanejado (inclusive para outra secretaria), exonerado, aposentado ou falecido. Nenhuma dessas são oriundas de licença para tratamento de saúde, gestação, estudos, entre outras. Isso é importante porque as chamadas vaga-vaga podem e devem ser substituídas por novos professores concursados.

    Nessa hora, nós nos questionamos: e os 544 professores de Educação Física aprovados no último concurso e que aguardam convocação e nomeação da Prefeitura? Por que ainda não foram convocados pela administração municipal?

    O concurso, que vence no final de abril, mas pode ter o prazo de vencimento estendido pela administração municipal, daria conta das vagas que hoje estão em aberto ou com professores RIT. Mas, a Prefeitura tem escolhido tapar o sol com a peneira e tratar as reivindicações e demandas da educação com o habitual descaso. A Pauta Prioritária do magistério reivindica a prorrogação do concurso por mais dois anos, confira o documento aqui.

    Nós, professoras e professores da rede, devemos pressionar a administração municipal a chamar os profissionais de Educação Física aprovados no último concurso. Não há nenhum empecilho e cabe apenas a administração municipal ter a vontade política de convocar e nomear esses professores o quanto antes.

    Confira ao lado os números levantados pelos diretores do SISMMAC junto aos professores de Educação Física e as direções das escolas. Esses são os dados da falta de professores por regional.


Imprimir
  • 14 | 03 | 2016 - 13:58 Ed. Física
    Falta de professores de Educação Física é alarmante

    Falta de professores de Educação Física é alarmante

    Quase 70% das escolas municipais de Curitiba são afetadas pela falta de profissionais de Educação Física

    A direção do SISMMAC, em conjunto com os profissionais do magistério, fez um levantamento a respeito da falta de professores de Educação Física na rede municipal de Curitiba. E o resultado desse levantamento é alarmante. Ao todo, são 127 vagas sem professor padrão lotado. Quase 70% das escolas municipais de Curitiba são afetadas, de alguma forma, pela falta de profissionais de Educação Física.

    Buracos por regional

    BAIRRO NOVO: 16 vagas
    Vaga com RIT: 13
    Vaga sem professor: 3

    BOA VISTA: 8 vagas
    Vaga com RIT: 6
    Vaga sem professor: 2

    BOQUEIRÃO: 21 vagas
    Vaga com RIT: 12
    Vaga sem professor: 9

    CAJURU: 5 vagas
    Vaga com RIT: 2
    Vaga sem professor: 3

    CIC: 37 vagas
    Vaga com RIT: 25
    Vaga sem professor: 12

    MATRIZ: 0 vagas
    Vaga com RIT: 0
    Vaga sem professor: 0

    PINHEIRINHO: 12 vagas
    Vaga com RIT: 9
    Vaga sem professor: 3

    PORTÃO: 4 vagas
    Vaga com RIT: 2
    Vaga sem professor: 2

    SANTA FELICIDADE: 8 vagas
    Vaga com RIT: 8
    Vaga sem professor: 0

    TATUQUARA: 16 vagas
    Vaga com RIT: 10
    Vaga sem professor: 6
    Dessas 127 vagas, 87 estão, nesse momento, sendo cobertas por professores RIT e 40 estão sem nenhum profissional. As 127 vagas são as chamadas vaga-vaga, ou seja, havia um professor lotado que pode ter sido remanejado (inclusive para outra secretaria), exonerado, aposentado ou falecido. Nenhuma dessas são oriundas de licença para tratamento de saúde, gestação, estudos, entre outras. Isso é importante porque as chamadas vaga-vaga podem e devem ser substituídas por novos professores concursados.

    Nessa hora, nós nos questionamos: e os 544 professores de Educação Física aprovados no último concurso e que aguardam convocação e nomeação da Prefeitura? Por que ainda não foram convocados pela administração municipal?

    O concurso, que vence no final de abril, mas pode ter o prazo de vencimento estendido pela administração municipal, daria conta das vagas que hoje estão em aberto ou com professores RIT. Mas, a Prefeitura tem escolhido tapar o sol com a peneira e tratar as reivindicações e demandas da educação com o habitual descaso. A Pauta Prioritária do magistério reivindica a prorrogação do concurso por mais dois anos, confira o documento aqui.

    Nós, professoras e professores da rede, devemos pressionar a administração municipal a chamar os profissionais de Educação Física aprovados no último concurso. Não há nenhum empecilho e cabe apenas a administração municipal ter a vontade política de convocar e nomear esses professores o quanto antes.

    Confira ao lado os números levantados pelos diretores do SISMMAC junto aos professores de Educação Física e as direções das escolas. Esses são os dados da falta de professores por regional.


Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS