Sismac

Notícias | Salário

Imprimir
  • Servidores são notificados sobre novas taxas do banco Santander
    22 | 07 | 2016 - 15:03 Salário

    Servidores são notificados sobre novas taxas do banco Santander

    O banco Santander, responsável pela folha de pagamento dos servidores de Curitiba, começou a cobrar taxas de serviço

    Os servidores da rede municipal de Curitiba foram surpreendidos nesta semana por uma taxa de serviço do banco Santander devido aos “benefícios” e uso de caixas eletrônicos. Desde 2012, quando o contrato com o banco foi renovado para administrar a folha de pagamento de servidores da capital, essa taxa nunca tinha sido cobrada.

    A Prefeitura, em comunicado pelo portal RH24, informou que, apesar de ser contra essa prática de cobrança do banco, não está permitida a interferir na relação entre a empresa e os clientes. “A administração municipal reforça sua posição contrária às mudanças propostas pelo Santander e se coloca à disposição do servidor para maiores esclarecimentos”, diz o comunicado”.

    O comunicado tenta passar uma mensagem de que a Prefeitura está do lado servidor. No entanto, essa é mais uma tentativa de se livrar desse problema, pois foi a Prefeitura que, em determinado momento, forçou que os servidores migrassem para o banco Santander e tem o dever de assumir a responsabilidade e responder adequadamente à cobrança.

    Não podemos ficar calados diante deste afronte que a Prefeitura resolveu jogar nas costas dos trabalhadores. O SISMMAC aconselha os servidores a conversarem com seus respectivos gerentes, analisar o contrato assinado com o banco e verificar se essa cobrança pode ser realizada. Se necessário, há também a possibilidade de realizar uma portabilidade para outra instituição bancária.

Imprimir
  • 22 | 07 | 2016 - 15:03 Salário
    Servidores são notificados sobre novas taxas do banco Santander

    Servidores são notificados sobre novas taxas do banco Santander

    O banco Santander, responsável pela folha de pagamento dos servidores de Curitiba, começou a cobrar taxas de serviço

    Os servidores da rede municipal de Curitiba foram surpreendidos nesta semana por uma taxa de serviço do banco Santander devido aos “benefícios” e uso de caixas eletrônicos. Desde 2012, quando o contrato com o banco foi renovado para administrar a folha de pagamento de servidores da capital, essa taxa nunca tinha sido cobrada.

    A Prefeitura, em comunicado pelo portal RH24, informou que, apesar de ser contra essa prática de cobrança do banco, não está permitida a interferir na relação entre a empresa e os clientes. “A administração municipal reforça sua posição contrária às mudanças propostas pelo Santander e se coloca à disposição do servidor para maiores esclarecimentos”, diz o comunicado”.

    O comunicado tenta passar uma mensagem de que a Prefeitura está do lado servidor. No entanto, essa é mais uma tentativa de se livrar desse problema, pois foi a Prefeitura que, em determinado momento, forçou que os servidores migrassem para o banco Santander e tem o dever de assumir a responsabilidade e responder adequadamente à cobrança.

    Não podemos ficar calados diante deste afronte que a Prefeitura resolveu jogar nas costas dos trabalhadores. O SISMMAC aconselha os servidores a conversarem com seus respectivos gerentes, analisar o contrato assinado com o banco e verificar se essa cobrança pode ser realizada. Se necessário, há também a possibilidade de realizar uma portabilidade para outra instituição bancária.

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS