Sismac

Notícias | Informe-se!

Imprimir
  • Câmara Municipal aprova criação do CuritibaPREV
    19 | 09 | 2017 - 15:10 Informe-se

    Câmara Municipal aprova criação do CuritibaPREV

    Privatização da aposentadoria e cobrança da taxa de lixo da população com menores salários foram aprovados

    A criação do CuritibaPREV foi aprovada na manhã desta terça-feira (19) pela maioria da Câmara Municipal. Mais uma vez, a aposentadoria dos servidores municipais é alvo dos ataques da administração municipal.

    Com 23 votos favoráveis e sete contrários, os vereadores aprovaram a privatização da aposentadoria do funcionalismo e, fez mais, abriu brecha para o desmonte do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba. Se você não sabe como isso pode ocorrer, assista a um vídeo no link ao lado.

    A proposta, que vai na onda das tentativas de ataque à previdência dos trabalhadores em nível nacional, foi aprovada sem nenhum diálogo com o conjunto dos servidores municipais de Curitiba. A medida estabelece um teto salarial para os novos servidores e coloca a aposentadoria dos servidores nas mãos instáveis do mercado financeiro, sem nenhuma garantia concreta.

    Os rombos nos fundos de previdência privada são comuns e aparecem diariamente nos noticiários. Trabalhadores da Petrobras, do Banco do Brasil, da Caixa Econômica e dos Correios estão sendo forçados a pagar a conta.

    Algumas das emendas ao projeto que cria o CuritibaPREV

    - Taxa de administração de, no máximo, 1%sobre o valor total das contribuições dos participantes;

    - CuritibaPREV manterá informações atualizadas em seu site, inclusive, com quadro de pessoal, cargos e remuneração;

    - O fundo deverá seguir princípios gerais de licitações na contratação de serviços ou para aquisição de materiais;

    - A remuneração da diretoria executiva do CuritibaPREV não poderá exceder a prevista para as simbologias S1 para o presidente e C2 para os demais diretores.
    O projeto ainda passa por votação em segundo turno nesta quarta-feira (20). Os vereadores aprovaram 13 emendas ao projeto do CuritibaPREV, confira algumas delas ao lado.

    Taxa de lixo

    O projeto de lei que desvincula a cobrança da taxa de lixo do IPTU foi aprovado em segundo turno nesta terça-feira (19). O primeiro turno ocorreu na segunda (18).

    A medida afeta diretamente a população com os menores salários em Curitiba. Isso porque essa parcela de trabalhadores que é isenta de IPTU, imóveis que valem até R$ 140 mil, agora, terá que pagar a taxa de lixo.

    Entretanto, emenda aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal garante isenção de 50% para essas residências de até R$ 140 mil.

    Como a emenda apareceu apenas na votação em segundo turno, haverá terceiro turno para a proposta, no dia 25 de setembro.


  • 19 | 09 | 2017 - 15:10 Informe-se
    Câmara Municipal aprova criação do CuritibaPREV

    Câmara Municipal aprova criação do CuritibaPREV

    Privatização da aposentadoria e cobrança da taxa de lixo da população com menores salários foram aprovados

    A criação do CuritibaPREV foi aprovada na manhã desta terça-feira (19) pela maioria da Câmara Municipal. Mais uma vez, a aposentadoria dos servidores municipais é alvo dos ataques da administração municipal.

    Com 23 votos favoráveis e sete contrários, os vereadores aprovaram a privatização da aposentadoria do funcionalismo e, fez mais, abriu brecha para o desmonte do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba. Se você não sabe como isso pode ocorrer, assista a um vídeo no link ao lado.

    A proposta, que vai na onda das tentativas de ataque à previdência dos trabalhadores em nível nacional, foi aprovada sem nenhum diálogo com o conjunto dos servidores municipais de Curitiba. A medida estabelece um teto salarial para os novos servidores e coloca a aposentadoria dos servidores nas mãos instáveis do mercado financeiro, sem nenhuma garantia concreta.

    Os rombos nos fundos de previdência privada são comuns e aparecem diariamente nos noticiários. Trabalhadores da Petrobras, do Banco do Brasil, da Caixa Econômica e dos Correios estão sendo forçados a pagar a conta.

    Algumas das emendas ao projeto que cria o CuritibaPREV

    - Taxa de administração de, no máximo, 1%sobre o valor total das contribuições dos participantes;

    - CuritibaPREV manterá informações atualizadas em seu site, inclusive, com quadro de pessoal, cargos e remuneração;

    - O fundo deverá seguir princípios gerais de licitações na contratação de serviços ou para aquisição de materiais;

    - A remuneração da diretoria executiva do CuritibaPREV não poderá exceder a prevista para as simbologias S1 para o presidente e C2 para os demais diretores.
    O projeto ainda passa por votação em segundo turno nesta quarta-feira (20). Os vereadores aprovaram 13 emendas ao projeto do CuritibaPREV, confira algumas delas ao lado.

    Taxa de lixo

    O projeto de lei que desvincula a cobrança da taxa de lixo do IPTU foi aprovado em segundo turno nesta terça-feira (19). O primeiro turno ocorreu na segunda (18).

    A medida afeta diretamente a população com os menores salários em Curitiba. Isso porque essa parcela de trabalhadores que é isenta de IPTU, imóveis que valem até R$ 140 mil, agora, terá que pagar a taxa de lixo.

    Entretanto, emenda aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal garante isenção de 50% para essas residências de até R$ 140 mil.

    Como a emenda apareceu apenas na votação em segundo turno, haverá terceiro turno para a proposta, no dia 25 de setembro.


Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS