Sismac
  • 17 | 05 | 2022 - 13:35 Informe-se

    Processos Seletivos Simplificados precarizam professores.

    Processos Seletivos Simplificados precarizam professores.
    Curitiba precisa de concursos!

    Além da urgente necessidade de implementação do plano de carreira do magistério municipal, que está congelado há muitos anos, outro problema grave da Educação em Curitiba é a preferência pela contratação de professores em regime precarizado.

    Mesmo com falta de profissionais, a gestão de Rafael Greca prefere contratar professores por meio dos Processos Seletivos Simplificados (PSS), com contratos curtos que não permitem ao profissional construir uma sólida carreira no magistério. Sem falar que diminui a arrecadação para o IPMC, Instituto de previdência Municipal, podendo comprometer atuais e futuras aposentadorias

    Isso causa impactos não só nos direitos de todas as professores e dos professores, mas também na qualidade do ensino, que fica prejudicada porque os profissionais não são estimulados a aumentar sua qualificação com cursos de pós-graduação, por exemplo, criando limitações ao processo de ensino-aprendizagem junto aos estudantes.

    Precisamos modificar a lei orgânica do município e impedir as contratações via Processo Seletivo Simplificado, garantindo que todas as vagas sejam ocupadas por meio de concursos, fortalecendo a educação pública em Curitiba.

    #ValorizaoMagistério #Curitiba

    Fonte: SISMMAC

  • 17 | 05 | 2022 - 13:35 Informe-se

    Processos Seletivos Simplificados precarizam professores.

    Processos Seletivos Simplificados precarizam professores.
    Curitiba precisa de concursos!

    Além da urgente necessidade de implementação do plano de carreira do magistério municipal, que está congelado há muitos anos, outro problema grave da Educação em Curitiba é a preferência pela contratação de professores em regime precarizado.

    Mesmo com falta de profissionais, a gestão de Rafael Greca prefere contratar professores por meio dos Processos Seletivos Simplificados (PSS), com contratos curtos que não permitem ao profissional construir uma sólida carreira no magistério. Sem falar que diminui a arrecadação para o IPMC, Instituto de previdência Municipal, podendo comprometer atuais e futuras aposentadorias

    Isso causa impactos não só nos direitos de todas as professores e dos professores, mas também na qualidade do ensino, que fica prejudicada porque os profissionais não são estimulados a aumentar sua qualificação com cursos de pós-graduação, por exemplo, criando limitações ao processo de ensino-aprendizagem junto aos estudantes.

    Precisamos modificar a lei orgânica do município e impedir as contratações via Processo Seletivo Simplificado, garantindo que todas as vagas sejam ocupadas por meio de concursos, fortalecendo a educação pública em Curitiba.

    #ValorizaoMagistério #Curitiba

    Fonte: SISMMAC

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS