Sismac
  • 02 | 09 | 2021 - 12:04 Informe-se

    ICS muda protocolo e cancela atendimento psicológico

    ICS muda protocolo e cancela atendimento psicológico
    Sem aviso prévio, usuários dos serviços foram surpreendidos com consultadas desmarcadas

    No setembro amarelo, mês que reascende as discussões acerca da saúde mental e da prevenção do suicídio, a Prefeitura e a gestão do Instituto Curitiba de Saúde (ICS) suspendem arbitrariamente todos os atendimentos psicológicos e mudam as regras para esses serviços.

    O que fazer?

    Os sindicatos orientam que os servidores façam uma reclamação formal através do e-mail da Ouvidoria do ICS, acessando o Portal do Beneficiário em https://ics.curitiba.org.br/Beneficiario/ ou pelos telefones 3330-6131 e 3330-6049, de segunda a sexta das 8h às 17h. Além disso, é importante notificar o ocorrido para a ANS, pelo 0800 701 9656 ou www.gov.br/ans, e junto à Frente Parlamentar, composta por vereadores da Câmara Municipal de Curitiba, pelo e-mail retornosegurocmc@gmail.com e pelo WhatsApp (41) 3350-4622.
    Sem aviso prévio e com uma divulgação quase nula, os usuários do ICS estão sendo surpreendidos nas últimas semanas ao comparecerem às suas sessões habituais de terapia e serem informados de que elas foram canceladas.

    As direções do SISMMAC e SISMUC protocolaram um ofício na manhã desta quinta-feira (2) cobrando explicações do ICS e exigindo a continuidade das terapias.

    Entenda o que aconteceu

    De acordo com o ICS, desde o dia 9 de agosto há um novo protocolo para atendimento psicológico na rede credenciada do Instituto. As consultas diretas não serão mais agendadas pelo paciente e as sessões deverão ser solicitadas por um profissional médico e inclusas no sistema, como as demais terapias (fonoaudiologia, fisioterapia e terapia ocupacional).

    Isso significa que será preciso agendar uma consulta com um clínico geral, por exemplo, para conseguir uma guia para o atendimento psicológico. Além disso, as quantidades de sessões serão liberadas de acordo com a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID), conforme normas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

    Segundo este novo protocolo, os pacientes que já estão em terapia, e que tiveram sessões desmarcadas, também deverão passar por avaliação médica para aquisição de guia.

    Impactos no tratamento

    “Cancelaram todas as minhas sessões de terapia mesmo com encaminhamento do médico com meus CIDs, que envolvem depressão e bipolaridade. Simplesmente disseram que “NÃO POSSUO SALDO” para mais nenhuma sessão. O que os gestores do ICS têm na cabeça?”

    Não adianta fazer campanha sobre o setembro amarelo se ao mesmo tempo suspende o tratamento psicológico de milhares de pacientes. Muitos usuários desses serviços do ICS estão desamparados com o cancelamento, com dificuldade para agendar consultas e dar continuidade ao tratamento com os profissionais que já os acompanham.

    A denúncia anônima encaminhada aos sindicatos demonstra como os servidores e servidoras estão desamparados para tratamento de saúde mental. 

  • 02 | 09 | 2021 - 12:04 Informe-se

    ICS muda protocolo e cancela atendimento psicológico

    ICS muda protocolo e cancela atendimento psicológico
    Sem aviso prévio, usuários dos serviços foram surpreendidos com consultadas desmarcadas

    No setembro amarelo, mês que reascende as discussões acerca da saúde mental e da prevenção do suicídio, a Prefeitura e a gestão do Instituto Curitiba de Saúde (ICS) suspendem arbitrariamente todos os atendimentos psicológicos e mudam as regras para esses serviços.

    O que fazer?

    Os sindicatos orientam que os servidores façam uma reclamação formal através do e-mail da Ouvidoria do ICS, acessando o Portal do Beneficiário em https://ics.curitiba.org.br/Beneficiario/ ou pelos telefones 3330-6131 e 3330-6049, de segunda a sexta das 8h às 17h. Além disso, é importante notificar o ocorrido para a ANS, pelo 0800 701 9656 ou www.gov.br/ans, e junto à Frente Parlamentar, composta por vereadores da Câmara Municipal de Curitiba, pelo e-mail retornosegurocmc@gmail.com e pelo WhatsApp (41) 3350-4622.
    Sem aviso prévio e com uma divulgação quase nula, os usuários do ICS estão sendo surpreendidos nas últimas semanas ao comparecerem às suas sessões habituais de terapia e serem informados de que elas foram canceladas.

    As direções do SISMMAC e SISMUC protocolaram um ofício na manhã desta quinta-feira (2) cobrando explicações do ICS e exigindo a continuidade das terapias.

    Entenda o que aconteceu

    De acordo com o ICS, desde o dia 9 de agosto há um novo protocolo para atendimento psicológico na rede credenciada do Instituto. As consultas diretas não serão mais agendadas pelo paciente e as sessões deverão ser solicitadas por um profissional médico e inclusas no sistema, como as demais terapias (fonoaudiologia, fisioterapia e terapia ocupacional).

    Isso significa que será preciso agendar uma consulta com um clínico geral, por exemplo, para conseguir uma guia para o atendimento psicológico. Além disso, as quantidades de sessões serão liberadas de acordo com a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID), conforme normas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

    Segundo este novo protocolo, os pacientes que já estão em terapia, e que tiveram sessões desmarcadas, também deverão passar por avaliação médica para aquisição de guia.

    Impactos no tratamento

    “Cancelaram todas as minhas sessões de terapia mesmo com encaminhamento do médico com meus CIDs, que envolvem depressão e bipolaridade. Simplesmente disseram que “NÃO POSSUO SALDO” para mais nenhuma sessão. O que os gestores do ICS têm na cabeça?”

    Não adianta fazer campanha sobre o setembro amarelo se ao mesmo tempo suspende o tratamento psicológico de milhares de pacientes. Muitos usuários desses serviços do ICS estão desamparados com o cancelamento, com dificuldade para agendar consultas e dar continuidade ao tratamento com os profissionais que já os acompanham.

    A denúncia anônima encaminhada aos sindicatos demonstra como os servidores e servidoras estão desamparados para tratamento de saúde mental. 

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS