Sismac
  • 10 | 02 | 2021 - 21:40 Mobilização

    Trabalhadores da educação decidem entrar em Estado de Greve

    Trabalhadores da educação decidem entrar em Estado de Greve
    Na próxima semana, haverá manifestação na Câmara e distribuição de cartazes e panfletos nas regionais

    Na noite desta quarta-feira (10), em assembleia, os trabalhadores da educação de Curitiba decidiram entrar em Estado de Greve. A categoria luta para que os servidores sejam vacinados o quanto antes e possam retornar em segurança para as unidades escolares.

    Teremos muitas batalhas pela frente, a primeira delas é contra a Covid-19 e a segunda é contra a gestão que quer deixar crianças e professores expostos ao vírus nas escolas e CMEIs. Por isso, nossos encaminhamentos indicam a construção de uma grande mobilização!

    Calendário de mobilização do estado de greve e assembleia permanente:

    15/2 – Ato na Câmara Municipal contra o projeto que transforma a educação em serviço essencial e para que a vacinação dos trabalhadores da educação seja prioritária

    18 e 19/2 – cartaz, panfleto e carro de som denunciando a falta de segurança no protocolo de volta às aulas presenciais

    24/02 – Reunião com representantes de escola e representantes dos comitês locais

    27/02 – Live voltada para a comunidade escolar

    - Realização de um manifesto em memória e em luta pelos servidores municipais que perderam a vida em decorrência da Covid-19

    - Organização de uma Carreata pela Vacinação Já!
    A assembleia também sinalizou a importância de nos mantermos atentos nos locais de trabalho e denunciar o protocolo insuficiente de Greca, as péssimas condições das unidades, como falta de ventilação, falta de água e até mesmo casos suspeitos ou confirmados na unidade.

    Ação na Justiça

    As direções e os departamentos jurídicos do SISMMAC e do SISMUC entraram com uma ação na Justiça contra o retorno das aulas presenciais sem a vacinação em massa dos trabalhadores da educação.

    Conselho Municipal da Educação

    O SISMUC e o SIMMAC cobraram o papel de fiscalização do Conselho Municipal de Educação (CME), solicitando a designação urgente de uma comissão para a fiscalização do atendimento dos protocolos sanitários nas unidades educacionais.

    Unidos Somos Fortes

    É importante que a categoria intensifique a mobilização nos locais de trabalho e junto à comunidade, alertando para os riscos de manter as aulas presenciais e pedindo o apoio das famílias e dos alunos. Nossa luta é em defesa da vida dos trabalhadores e das crianças!

  • 10 | 02 | 2021 - 21:40 Mobilização

    Trabalhadores da educação decidem entrar em Estado de Greve

    Trabalhadores da educação decidem entrar em Estado de Greve
    Na próxima semana, haverá manifestação na Câmara e distribuição de cartazes e panfletos nas regionais

    Na noite desta quarta-feira (10), em assembleia, os trabalhadores da educação de Curitiba decidiram entrar em Estado de Greve. A categoria luta para que os servidores sejam vacinados o quanto antes e possam retornar em segurança para as unidades escolares.

    Teremos muitas batalhas pela frente, a primeira delas é contra a Covid-19 e a segunda é contra a gestão que quer deixar crianças e professores expostos ao vírus nas escolas e CMEIs. Por isso, nossos encaminhamentos indicam a construção de uma grande mobilização!

    Calendário de mobilização do estado de greve e assembleia permanente:

    15/2 – Ato na Câmara Municipal contra o projeto que transforma a educação em serviço essencial e para que a vacinação dos trabalhadores da educação seja prioritária

    18 e 19/2 – cartaz, panfleto e carro de som denunciando a falta de segurança no protocolo de volta às aulas presenciais

    24/02 – Reunião com representantes de escola e representantes dos comitês locais

    27/02 – Live voltada para a comunidade escolar

    - Realização de um manifesto em memória e em luta pelos servidores municipais que perderam a vida em decorrência da Covid-19

    - Organização de uma Carreata pela Vacinação Já!
    A assembleia também sinalizou a importância de nos mantermos atentos nos locais de trabalho e denunciar o protocolo insuficiente de Greca, as péssimas condições das unidades, como falta de ventilação, falta de água e até mesmo casos suspeitos ou confirmados na unidade.

    Ação na Justiça

    As direções e os departamentos jurídicos do SISMMAC e do SISMUC entraram com uma ação na Justiça contra o retorno das aulas presenciais sem a vacinação em massa dos trabalhadores da educação.

    Conselho Municipal da Educação

    O SISMUC e o SIMMAC cobraram o papel de fiscalização do Conselho Municipal de Educação (CME), solicitando a designação urgente de uma comissão para a fiscalização do atendimento dos protocolos sanitários nas unidades educacionais.

    Unidos Somos Fortes

    É importante que a categoria intensifique a mobilização nos locais de trabalho e junto à comunidade, alertando para os riscos de manter as aulas presenciais e pedindo o apoio das famílias e dos alunos. Nossa luta é em defesa da vida dos trabalhadores e das crianças!

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS