Sismac
  • 29 | 11 | 2019 - 16:12 Informe-se

    Saldão do Grecão: por uma pechincha leve toda a assistência

    Saldão do Grecão: por uma pechincha leve toda a assistência
    Serviços públicos incríveis, preços imperdíveis, pronto para terceirizar!

    É nesse final de semana, o saldão dos saldões, o maior de todos os tempos! Só no saldão do Grecão a assistência social inteira entregue para a iniciativa privada por uma pechincha.

    É imperdível! Para rifar a assistência com mais de 100% de desconto para a iniciativa privada, Grecão já fechou as portas de 7 CRAS, além de economizar na refeição daqueles que mais precisam, distribuindo apenas 23 cestas básicas por mês em cada CRAS.

    Você acha que é só isso? Claro que não! Com o fim da carreira de educador social, os trabalhadores ficam cada vez mais baratos, permitindo contratos sem direitos trabalhistas.

    O saldão contribui e muito para o aumento da desigualdade social, mas o que esperar de um Prefeito que disse vomitar com o cheiro de pobre? Com a assistência social destruída fica mais fácil para Grecão aplicar suas políticas higienistas pela cidade e satisfazer os grandes empresários.

    A população não quer mais esse tipo de saldão, vamos lembrar daqueles que retiram nossos direitos, destroem o serviço público e pioram nossas condições de vida.

  • 29 | 11 | 2019 - 16:12 Informe-se

    Saldão do Grecão: por uma pechincha leve toda a assistência

    Saldão do Grecão: por uma pechincha leve toda a assistência
    Serviços públicos incríveis, preços imperdíveis, pronto para terceirizar!

    É nesse final de semana, o saldão dos saldões, o maior de todos os tempos! Só no saldão do Grecão a assistência social inteira entregue para a iniciativa privada por uma pechincha.

    É imperdível! Para rifar a assistência com mais de 100% de desconto para a iniciativa privada, Grecão já fechou as portas de 7 CRAS, além de economizar na refeição daqueles que mais precisam, distribuindo apenas 23 cestas básicas por mês em cada CRAS.

    Você acha que é só isso? Claro que não! Com o fim da carreira de educador social, os trabalhadores ficam cada vez mais baratos, permitindo contratos sem direitos trabalhistas.

    O saldão contribui e muito para o aumento da desigualdade social, mas o que esperar de um Prefeito que disse vomitar com o cheiro de pobre? Com a assistência social destruída fica mais fácil para Grecão aplicar suas políticas higienistas pela cidade e satisfazer os grandes empresários.

    A população não quer mais esse tipo de saldão, vamos lembrar daqueles que retiram nossos direitos, destroem o serviço público e pioram nossas condições de vida.

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS