Sismac
  • 25 | 09 | 2019 - 15:59 Condições de Trabalho

    E.M. Sidônio Muralha paralisa aulas para cobrar contratação

    E.M. Sidônio Muralha paralisa aulas para cobrar contratação
    Escola Municipal Sidônio Muralha fez paralisação de 45 minutos para cobrar contratação de professores e funcionários

    Os professores e demais funcionários da Escola Municipal Sidônio Muralha, na regional da CIC, realizaram uma paralisação de 45 minutos nesta quarta-feira (25) para cobrar que a Prefeitura resolva o problema da falta de profissionais e garanta educação de qualidade para as mais de 700 crianças que estudam na unidade.

    A manifestação, realizada com o apoio do SISMMAC e do SISMUC, teve como objetivo conversar com as mães e pais de alunos e pedir apoio na cobrança de contratação e de melhorias na qualidade da educação.

    A escola está funcionando sem professores de educação física e de ciências e não tem um agente administrativo para atender a secretaria desde 2018. Ao todo, faltam 12 funcionários quando são somadas as vagas descobertas e os afastamentos prolongados por motivo de saúde que não foram substituídos.

    A situação da Escola Municipal Sidônio Muralha é responsabilidade do prefeito Rafael Greca. Nos últimos três anos, as contratações realizadas pela Prefeitura não foram suficientes para cobrir as aposentadorias, exonerações e falecimentos. O déficit é de cerca mil professores regentes, cerca de 150 professores de educação física, mais de 200 agentes administrativos e 300 auxiliares de serviços escolares.

    Todas essas áreas têm concurso público em aberto, com lista de profissionais para serem nomeadas para os diferentes cargos. Basta vontade política da Prefeitura para contratar servidores concursados e valorizar a qualidade da educação ofertada a cerca de 130 mil crianças que estudam na rede municipal de Curitiba.


  • 25 | 09 | 2019 - 15:59 Condições de Trabalho

    E.M. Sidônio Muralha paralisa aulas para cobrar contratação

    E.M. Sidônio Muralha paralisa aulas para cobrar contratação
    Escola Municipal Sidônio Muralha fez paralisação de 45 minutos para cobrar contratação de professores e funcionários

    Os professores e demais funcionários da Escola Municipal Sidônio Muralha, na regional da CIC, realizaram uma paralisação de 45 minutos nesta quarta-feira (25) para cobrar que a Prefeitura resolva o problema da falta de profissionais e garanta educação de qualidade para as mais de 700 crianças que estudam na unidade.

    A manifestação, realizada com o apoio do SISMMAC e do SISMUC, teve como objetivo conversar com as mães e pais de alunos e pedir apoio na cobrança de contratação e de melhorias na qualidade da educação.

    A escola está funcionando sem professores de educação física e de ciências e não tem um agente administrativo para atender a secretaria desde 2018. Ao todo, faltam 12 funcionários quando são somadas as vagas descobertas e os afastamentos prolongados por motivo de saúde que não foram substituídos.

    A situação da Escola Municipal Sidônio Muralha é responsabilidade do prefeito Rafael Greca. Nos últimos três anos, as contratações realizadas pela Prefeitura não foram suficientes para cobrir as aposentadorias, exonerações e falecimentos. O déficit é de cerca mil professores regentes, cerca de 150 professores de educação física, mais de 200 agentes administrativos e 300 auxiliares de serviços escolares.

    Todas essas áreas têm concurso público em aberto, com lista de profissionais para serem nomeadas para os diferentes cargos. Basta vontade política da Prefeitura para contratar servidores concursados e valorizar a qualidade da educação ofertada a cerca de 130 mil crianças que estudam na rede municipal de Curitiba.


Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS