Sismac
  • 20 | 09 | 2019 - 17:22 Informe-se

    SISMMAC exige resposta sobre projeto que altera a Eleição de Diretores

    SISMMAC exige resposta sobre projeto que altera a Eleição de Diretores
    Projeto de Lei do vereador Pier Petruzziello propõe a retomada da "dobradinha" na Eleição de Diretores da rede municipal

    Na última sexta-feira (13) o SISMMAC enviou um ofício para a Prefeitura solicitando uma reunião para exigir esclarecimentos sobre o projeto que altera a lei 14528/14 e propõe retomada da “dobradinha” na Eleição de Diretores na rede municipal de ensino.

    No documento, a direção do Sindicato exige um posicionamento da Secretaria Municipal de Educação (SME) sobre o projeto, que não foi discutido com o magistério municipal e nem com a própria SME. Além disso, o ofício relembra os debates realizados em 2014 e 2017, que deixaram claro que o conjunto do magistério é contra essa prática.


    Pier Petruzziello, coautor do Projeto de Lei, é líder do prefeito na Câmara e comandou a aprovação do pacotaço em 2017 na Ópera de Arame com uso de forte aparato policial. Agora vem anunciando que está preocupado com a gestão democrática na próxima eleição de diretores das escolas.Esse é o mesmo vereador que foi contra o magistério em todas as votações da Câmara de Vereadores

    A lei 14528/14 permite a reeleição uma vez. Ou seja, já possibilita a continuidade de seis anos de mandato na direção da unidade. A mudança da lei poderá deixar uma dupla na direção da unidade eternamente! Os diretores das unidades da rede municipal recebem gratificação para o cargo, o que gera mais polêmica e interesses no processo eleitoral. As atuais direções que fazem um bom trabalho podem preparar uma dupla substituta ou abrir o debate para que na unidade mais professores tenham a oportunidade de se colocarem para o pleito, garantindo o revezamento e a amplitude do debate nas unidades.

    Para nós da direção do SISMMAC,é estranho que um vereador da bancada do tratoraço que aprovou o pacotaço venha agora tentar propor alteração de lei dizendo que teve diálogos com a categoria. Ora, se houve algum debate, com certeza não foi com a base dos professores municipais e nem com a direção do Sindicato. Por isso, perguntamos:qual seria o real interesse desses vereadores?

    Mobilize a sua escola para esse debate e se posicione, envie e-mails com a sua opinião para os vereadores e participe da assembleia unificada dos servidores que acontecerá no próximo dia 25 de setembro, a partir das 18h30, na sede do SISMUC (Rua Nunes Machado, 1577 – Rebouças).


    Firmes!



  • 20 | 09 | 2019 - 17:22 Informe-se

    SISMMAC exige resposta sobre projeto que altera a Eleição de Diretores

    SISMMAC exige resposta sobre projeto que altera a Eleição de Diretores
    Projeto de Lei do vereador Pier Petruzziello propõe a retomada da "dobradinha" na Eleição de Diretores da rede municipal

    Na última sexta-feira (13) o SISMMAC enviou um ofício para a Prefeitura solicitando uma reunião para exigir esclarecimentos sobre o projeto que altera a lei 14528/14 e propõe retomada da “dobradinha” na Eleição de Diretores na rede municipal de ensino.

    No documento, a direção do Sindicato exige um posicionamento da Secretaria Municipal de Educação (SME) sobre o projeto, que não foi discutido com o magistério municipal e nem com a própria SME. Além disso, o ofício relembra os debates realizados em 2014 e 2017, que deixaram claro que o conjunto do magistério é contra essa prática.


    Pier Petruzziello, coautor do Projeto de Lei, é líder do prefeito na Câmara e comandou a aprovação do pacotaço em 2017 na Ópera de Arame com uso de forte aparato policial. Agora vem anunciando que está preocupado com a gestão democrática na próxima eleição de diretores das escolas.Esse é o mesmo vereador que foi contra o magistério em todas as votações da Câmara de Vereadores

    A lei 14528/14 permite a reeleição uma vez. Ou seja, já possibilita a continuidade de seis anos de mandato na direção da unidade. A mudança da lei poderá deixar uma dupla na direção da unidade eternamente! Os diretores das unidades da rede municipal recebem gratificação para o cargo, o que gera mais polêmica e interesses no processo eleitoral. As atuais direções que fazem um bom trabalho podem preparar uma dupla substituta ou abrir o debate para que na unidade mais professores tenham a oportunidade de se colocarem para o pleito, garantindo o revezamento e a amplitude do debate nas unidades.

    Para nós da direção do SISMMAC,é estranho que um vereador da bancada do tratoraço que aprovou o pacotaço venha agora tentar propor alteração de lei dizendo que teve diálogos com a categoria. Ora, se houve algum debate, com certeza não foi com a base dos professores municipais e nem com a direção do Sindicato. Por isso, perguntamos:qual seria o real interesse desses vereadores?

    Mobilize a sua escola para esse debate e se posicione, envie e-mails com a sua opinião para os vereadores e participe da assembleia unificada dos servidores que acontecerá no próximo dia 25 de setembro, a partir das 18h30, na sede do SISMUC (Rua Nunes Machado, 1577 – Rebouças).


    Firmes!



Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS