Sismac
  • 28 | 08 | 2019 - 17:19 Informe-se

    Calendário Escolar de 2020 está definido

    Calendário Escolar de 2020 está definido
    Recesso de julho é compatível com calendário da rede estadual e pelo menos mais duas cidades da RMC

    As principais datas do Calendário Escolar de 2020 já estão definidas. O texto da Instrução Normativa que estabelece as datas do próximo ano letivo foi aprovado na tarde dessa terça-feira (27) pela comissão instituída para discutir o tema, com a presença das direções do SISMMAC e do SISMUC.

    Calendário Escolar 2020

    10 de fevereiro | Início das atividades dos professores
    12 de fevereiro | Início para os alunos
    30 de junho | Término do primeiro semestre para os alunos
    1 e 2 de julho | Expo Educação e Reunião Administrativa, alternando as regionais
    2 de julho | Término do primeiro semestre para os professores
    3 a 19 de julho | Recesso Escolar
    20 de julho | Retorno dos professores e dos alunos
    17 de outubro | Sábado letivo – Avaliação dos Parâmetros e Indicadores de Qualidade da Educação
    18 de dezembro | Encerramento do ano letivo
    O avanço para o próximo ano é que o recesso de julho, que acontece entre os dias 3 e 19, será junto com o calendário definido pela rede estadual e pelo menos por mais duas redes municipais da região metropolitana: São José dos Pinhais e Campo Largo. Os outros municípios da RMC ainda não definiram seus calendários, mas é possível que as datas estejam alinhadas ao calendário de Curitiba.

    O Calendário Escolar de 2020 começa no dia 10 de fevereiro e encerra-se no dia 18 de dezembro. As duas edições da Semana de Estudos Pedagógicos ficaram concentradas no primeiro semestre, em fevereiro e no início de julho, logo antes do recesso, como já ocorreu em 2019.

    Ao todo, o Calendário Escolar do ano que vem contará com quatro sábados trabalhados, sendo três letivos e um destinado à Semana de Estudos Pedagógicos. Apesar do Calendário Escolar sugerir as datas para realização dos sábados letivos, as unidades têm autonomia para definir o calendário interno. É importante ressaltar que todos os sábados são para compensar as emendas de feriados que teremos ao longo do ano.

    Divergências

    Na discussão deste ano, a Prefeitura propôs retirar o direito de o professor buscar outra unidade para fazer a SEP na escola. Essa é uma prática comum na rede, já que, em muitos casos, a SEP organizada pela escola é marcada para datas nas quais os profissionais do magistério já possuem compromisso agendado. As direções do SISMMAC e do SISMUC conseguiram manter essa possibilidade para o professor, desde que este comprove compromisso de estudo ou trabalho na data agendada pela unidade em que está lotado.

    Já a possibilidade de a escola trocar a SEP de sábado para um dia da semana à noite está proibida. As direções das escolas e os sindicatos presentes defenderam a autonomia do conselho escolar para tomar essa decisão, mas a votação foi favorável à proposta da Prefeitura. A administração argumenta que a SEP à noite é pior tanto por questões de segurança quanto para processar questões relacionadas aos recursos humanos, como faltas, por exemplo.

    A Prefeitura ainda deve editar a Instrução Normativa com base no que foi discutido na última reunião e enviar para as unidades, para que completem o calendário com as datas específicas de cada local. Para os auxiliares de serviços escolares e agentes administrativos das escolas e CMEIs, os sindicatos continuarão cobrando para que a Prefeitura realize mais um encontro para tratar destes casos específicos.

  • 28 | 08 | 2019 - 17:19 Informe-se

    Calendário Escolar de 2020 está definido

    Calendário Escolar de 2020 está definido
    Recesso de julho é compatível com calendário da rede estadual e pelo menos mais duas cidades da RMC

    As principais datas do Calendário Escolar de 2020 já estão definidas. O texto da Instrução Normativa que estabelece as datas do próximo ano letivo foi aprovado na tarde dessa terça-feira (27) pela comissão instituída para discutir o tema, com a presença das direções do SISMMAC e do SISMUC.

    Calendário Escolar 2020

    10 de fevereiro | Início das atividades dos professores
    12 de fevereiro | Início para os alunos
    30 de junho | Término do primeiro semestre para os alunos
    1 e 2 de julho | Expo Educação e Reunião Administrativa, alternando as regionais
    2 de julho | Término do primeiro semestre para os professores
    3 a 19 de julho | Recesso Escolar
    20 de julho | Retorno dos professores e dos alunos
    17 de outubro | Sábado letivo – Avaliação dos Parâmetros e Indicadores de Qualidade da Educação
    18 de dezembro | Encerramento do ano letivo
    O avanço para o próximo ano é que o recesso de julho, que acontece entre os dias 3 e 19, será junto com o calendário definido pela rede estadual e pelo menos por mais duas redes municipais da região metropolitana: São José dos Pinhais e Campo Largo. Os outros municípios da RMC ainda não definiram seus calendários, mas é possível que as datas estejam alinhadas ao calendário de Curitiba.

    O Calendário Escolar de 2020 começa no dia 10 de fevereiro e encerra-se no dia 18 de dezembro. As duas edições da Semana de Estudos Pedagógicos ficaram concentradas no primeiro semestre, em fevereiro e no início de julho, logo antes do recesso, como já ocorreu em 2019.

    Ao todo, o Calendário Escolar do ano que vem contará com quatro sábados trabalhados, sendo três letivos e um destinado à Semana de Estudos Pedagógicos. Apesar do Calendário Escolar sugerir as datas para realização dos sábados letivos, as unidades têm autonomia para definir o calendário interno. É importante ressaltar que todos os sábados são para compensar as emendas de feriados que teremos ao longo do ano.

    Divergências

    Na discussão deste ano, a Prefeitura propôs retirar o direito de o professor buscar outra unidade para fazer a SEP na escola. Essa é uma prática comum na rede, já que, em muitos casos, a SEP organizada pela escola é marcada para datas nas quais os profissionais do magistério já possuem compromisso agendado. As direções do SISMMAC e do SISMUC conseguiram manter essa possibilidade para o professor, desde que este comprove compromisso de estudo ou trabalho na data agendada pela unidade em que está lotado.

    Já a possibilidade de a escola trocar a SEP de sábado para um dia da semana à noite está proibida. As direções das escolas e os sindicatos presentes defenderam a autonomia do conselho escolar para tomar essa decisão, mas a votação foi favorável à proposta da Prefeitura. A administração argumenta que a SEP à noite é pior tanto por questões de segurança quanto para processar questões relacionadas aos recursos humanos, como faltas, por exemplo.

    A Prefeitura ainda deve editar a Instrução Normativa com base no que foi discutido na última reunião e enviar para as unidades, para que completem o calendário com as datas específicas de cada local. Para os auxiliares de serviços escolares e agentes administrativos das escolas e CMEIs, os sindicatos continuarão cobrando para que a Prefeitura realize mais um encontro para tratar destes casos específicos.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS