Sismac
  • 06 | 08 | 2019 - 15:16 Mobilização

    Magistério tem duas assembleias no dia 15

    Magistério tem duas assembleias no dia 15
    Prestação de contas e reposição dos descontos não realizados em maio e junho serão discutidos em assembleia

    A assembleia de prestação de contas do SISMMAC será realizada no dia 15 de agosto, a partir das 18h30, na sede do Sindicato (Rua Nunes Machado, 1644 – Rebouças). A prestação de contas anual da entidade está prevista no Estatuto do SISMMAC.

    A transparência com as contas do Sindicato faz parte da política da direção do SISMMAC. Por isso, desde 2011, há uma amostragem da prestação de contas mensal no site da entidade. Nesta prestação estão detalhados todos os gastos do Sindicato.

    Resistir aos ataques do governo

    Logo após a assembleia de prestação de contas, às 19h30 em primeira chamada e às 20h em segunda chamada, haverá uma segunda assembleia para discutirmos coletivamente estratégias para repor os dois meses nos quais não houve desconto da contribuição sindical na folha de pagamento das professoras e professores sindicalizados.

    O desconto deixou de ser realizado devido ao alinhamento político da gestão Greca com o governo de Jair Bolsonaro, que emitiu a Medida Provisória 873/2019, na qual proibia o desconto da contribuição sindical em folha e que foi aplicada pela administração municipal em Curitiba.

    Na prática, o SISMMAC ficou sem arrecadação nos meses de maio e junho, o que significa que deixou de arrecadar cerca de R$ 590 mil. Nossa organização financeira, baseada nas resoluções aprovadas pelo conjunto do magistério, permitiu que seguíssemos firmes na luta, com participação na greve geral de 14 de junho, além de termos mantido o apoio a outros movimentos. Entretanto, deixar de arrecadar esse valor adiou o planejamento do SISMMAC em relação à reforma do salão e outras intervenções que haviam sido levantadas para a nova sede e também inviabilizou o depósito no fundo de greve.

    Para além disso, apesar do prazo da MP ter vencido, um projeto de lei com o mesmo conteúdo tramita no Congresso e precisaremos nos organizar caso a proposta seja aprovada. Por isso, agora que nossa arrecadação foi retomada, é importante esclarecer e debater a política financeira do Sindicato com o conjunto da categoria para nos assegurarmos financeiramente e nos prepararmos para a resistência.

    Ajude a informar os colegas, participe das assembleias e venha conosco construir a política financeira do SISMMAC de forma transparente e democrática!

  • 06 | 08 | 2019 - 15:16 Mobilização

    Magistério tem duas assembleias no dia 15

    Magistério tem duas assembleias no dia 15
    Prestação de contas e reposição dos descontos não realizados em maio e junho serão discutidos em assembleia

    A assembleia de prestação de contas do SISMMAC será realizada no dia 15 de agosto, a partir das 18h30, na sede do Sindicato (Rua Nunes Machado, 1644 – Rebouças). A prestação de contas anual da entidade está prevista no Estatuto do SISMMAC.

    A transparência com as contas do Sindicato faz parte da política da direção do SISMMAC. Por isso, desde 2011, há uma amostragem da prestação de contas mensal no site da entidade. Nesta prestação estão detalhados todos os gastos do Sindicato.

    Resistir aos ataques do governo

    Logo após a assembleia de prestação de contas, às 19h30 em primeira chamada e às 20h em segunda chamada, haverá uma segunda assembleia para discutirmos coletivamente estratégias para repor os dois meses nos quais não houve desconto da contribuição sindical na folha de pagamento das professoras e professores sindicalizados.

    O desconto deixou de ser realizado devido ao alinhamento político da gestão Greca com o governo de Jair Bolsonaro, que emitiu a Medida Provisória 873/2019, na qual proibia o desconto da contribuição sindical em folha e que foi aplicada pela administração municipal em Curitiba.

    Na prática, o SISMMAC ficou sem arrecadação nos meses de maio e junho, o que significa que deixou de arrecadar cerca de R$ 590 mil. Nossa organização financeira, baseada nas resoluções aprovadas pelo conjunto do magistério, permitiu que seguíssemos firmes na luta, com participação na greve geral de 14 de junho, além de termos mantido o apoio a outros movimentos. Entretanto, deixar de arrecadar esse valor adiou o planejamento do SISMMAC em relação à reforma do salão e outras intervenções que haviam sido levantadas para a nova sede e também inviabilizou o depósito no fundo de greve.

    Para além disso, apesar do prazo da MP ter vencido, um projeto de lei com o mesmo conteúdo tramita no Congresso e precisaremos nos organizar caso a proposta seja aprovada. Por isso, agora que nossa arrecadação foi retomada, é importante esclarecer e debater a política financeira do Sindicato com o conjunto da categoria para nos assegurarmos financeiramente e nos prepararmos para a resistência.

    Ajude a informar os colegas, participe das assembleias e venha conosco construir a política financeira do SISMMAC de forma transparente e democrática!

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS