Sismac
  • 01 | 05 | 2019 - 13:00 Informe-se

    Ato do 1º de maio é marcado pela resistência dos trabalhadores

    Ato do 1º de maio é marcado pela resistência dos trabalhadores
    Ato reuniu trabalhadores, sindicalistas, movimentos sociais e organizações políticas em defesa da aposentadoria
    Servidores municipais e diretores do SISMMAC e do SISMUC participaram nesta quarta-feira, 1º de maio, do ato unificado do Dia do Trabalhador realizado em Curitiba. A manifestação foi em defesa dos direitos dos trabalhadores e de resistência contra a reforma da previdência.

    O 1º de maio é um dia de luta, de relembrar a história da classe trabalhadora e de marcar posição em defesa dos nossos direitos! O ato coletivo, unindo diferentes categorias e movimentos sociais, mostrou a resistência dos trabalhadores que no feriado se uniram à luta.

    Vivemos um momento de intensos ataques, e para conseguir barrar cada um deles precisamos de unidade entre as trabalhadoras e trabalhadores das mais diversas categorias. A nova proposta de reforma da previdência prejudica os mais pobres e os trabalhadores, sem mexer nos privilégios de poucos.

    Comitê Unificado

    O ato unificado teve início às 8h, na rua Baltazar Carrasco dos Reis, 698 – Rebouças, com um café da manhã. Logo depois, às 9h, houve um ato ecumênico na Paróquia São João Batista e em seguida os trabalhadores seguiram em caminhada até o Teatro Paiol, em um ato político em defesa da nossa aposentadoria, alvo dos ataques do atual governo.

    O Comitê Unificado Paraná em Defesa da Aposentadoria, que promoveu o ato, é composto por entidades sindicais, organizações políticas, movimentos sociais e estudantis que se colocam contra a reforma da previdência.

    Na próxima segunda-feira, 6 de maio, o Comitê se reunirá em reunião na sede do SISMMAC (Rua Nunes Machado, 1644) , às 18 horas, para tratar das próximas ações para barrar a reforma da previdência e construir uma greve geral.
  • 01 | 05 | 2019 - 13:00 Informe-se

    Ato do 1º de maio é marcado pela resistência dos trabalhadores

    Ato do 1º de maio é marcado pela resistência dos trabalhadores
    Ato reuniu trabalhadores, sindicalistas, movimentos sociais e organizações políticas em defesa da aposentadoria
    Servidores municipais e diretores do SISMMAC e do SISMUC participaram nesta quarta-feira, 1º de maio, do ato unificado do Dia do Trabalhador realizado em Curitiba. A manifestação foi em defesa dos direitos dos trabalhadores e de resistência contra a reforma da previdência.

    O 1º de maio é um dia de luta, de relembrar a história da classe trabalhadora e de marcar posição em defesa dos nossos direitos! O ato coletivo, unindo diferentes categorias e movimentos sociais, mostrou a resistência dos trabalhadores que no feriado se uniram à luta.

    Vivemos um momento de intensos ataques, e para conseguir barrar cada um deles precisamos de unidade entre as trabalhadoras e trabalhadores das mais diversas categorias. A nova proposta de reforma da previdência prejudica os mais pobres e os trabalhadores, sem mexer nos privilégios de poucos.

    Comitê Unificado

    O ato unificado teve início às 8h, na rua Baltazar Carrasco dos Reis, 698 – Rebouças, com um café da manhã. Logo depois, às 9h, houve um ato ecumênico na Paróquia São João Batista e em seguida os trabalhadores seguiram em caminhada até o Teatro Paiol, em um ato político em defesa da nossa aposentadoria, alvo dos ataques do atual governo.

    O Comitê Unificado Paraná em Defesa da Aposentadoria, que promoveu o ato, é composto por entidades sindicais, organizações políticas, movimentos sociais e estudantis que se colocam contra a reforma da previdência.

    Na próxima segunda-feira, 6 de maio, o Comitê se reunirá em reunião na sede do SISMMAC (Rua Nunes Machado, 1644) , às 18 horas, para tratar das próximas ações para barrar a reforma da previdência e construir uma greve geral.

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS