Sismac

Notícias | Informe-se!

Imprimir
  • Vereadores votam dois novos ataques aos servidores na segunda (10)
    07 | 12 | 2018 - 12:15 Aposentadoria

    Vereadores votam dois novos ataques aos servidores na segunda (10)

    Protesto acompanhará votação do fim da licença-prêmio para novos servidores e redução da taxa de administração do IPMC
    Na próxima segunda-feira (10), Greca e os vereadores do pacotaço vão votar dois novos ataques que prejudicam o serviço público de Curitiba: o fim da licença-prêmio para novos servidores e a redução da taxa de administração do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC).

    Os sindicatos vão marcar presença na Câmara Municipal e convidam todas as servidoras e servidores para um ato por representação, a partir das 8h30, para denunciar os prejuízos que essas propostas representam. Ajude a organizar a sua escola para garantir que as professoras e professores de permanência participem da manifestação!

    Não aceitaremos sem luta qualquer tentativa de retirada de direitos! Além de denunciar os prejuízos dessas duas propostas, nossa mobilização também servirá para mostrar que os servidores vão intensificar a mobilização em 2019 para reverter os ataques aprovados e para impedir nova retirada de direitos, como é o caso da contratação precarizada via Processo Seletivo Simplificado (PSS).

    Fim da licença-prêmio para novos servidores
    Apesar da Procuradoria Jurídica da Câmara já ter emitido um parecer em que condena a legalidade da mudança, a Prefeitura resolveu levar adiante a proposta que fere o princípio de isonomia entre os servidores garantido na Constituição Federal. Licença-prêmio é direito e não privilégio!

    Redução da taxa de administração do IPMC
    A diminuição do repasse da taxa de administração foi um ataque incluído pela Prefeitura no projeto de lei que extingue o Fundo Municipal Provisional de Previdência para cumprir parte das exigências da auditoria da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda.

    A redução desse repasse é prejudicial para o IPMC, pois o recurso garante o funcionamento do Instituto e é usado para pagar desde material de escritório até a contratação de trabalhadores.
  • 07 | 12 | 2018 - 12:15 Aposentadoria
    Vereadores votam dois novos ataques aos servidores na segunda (10)

    Vereadores votam dois novos ataques aos servidores na segunda (10)

    Protesto acompanhará votação do fim da licença-prêmio para novos servidores e redução da taxa de administração do IPMC
    Na próxima segunda-feira (10), Greca e os vereadores do pacotaço vão votar dois novos ataques que prejudicam o serviço público de Curitiba: o fim da licença-prêmio para novos servidores e a redução da taxa de administração do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC).

    Os sindicatos vão marcar presença na Câmara Municipal e convidam todas as servidoras e servidores para um ato por representação, a partir das 8h30, para denunciar os prejuízos que essas propostas representam. Ajude a organizar a sua escola para garantir que as professoras e professores de permanência participem da manifestação!

    Não aceitaremos sem luta qualquer tentativa de retirada de direitos! Além de denunciar os prejuízos dessas duas propostas, nossa mobilização também servirá para mostrar que os servidores vão intensificar a mobilização em 2019 para reverter os ataques aprovados e para impedir nova retirada de direitos, como é o caso da contratação precarizada via Processo Seletivo Simplificado (PSS).

    Fim da licença-prêmio para novos servidores
    Apesar da Procuradoria Jurídica da Câmara já ter emitido um parecer em que condena a legalidade da mudança, a Prefeitura resolveu levar adiante a proposta que fere o princípio de isonomia entre os servidores garantido na Constituição Federal. Licença-prêmio é direito e não privilégio!

    Redução da taxa de administração do IPMC
    A diminuição do repasse da taxa de administração foi um ataque incluído pela Prefeitura no projeto de lei que extingue o Fundo Municipal Provisional de Previdência para cumprir parte das exigências da auditoria da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda.

    A redução desse repasse é prejudicial para o IPMC, pois o recurso garante o funcionamento do Instituto e é usado para pagar desde material de escritório até a contratação de trabalhadores.

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS