Sismac

Notícias | Informe-se!

Imprimir
  • Sem reajuste há dois anos, servidores já perderam valor de um salário
    27 | 08 | 2018 - 14:22 Salário

    Sem reajuste há dois anos, servidores já perderam valor de um salário

    Inflação acumulada de 9,16% achatou salários e diminuiu poder de compra do conjunto dos servidores

    Os 29 meses de congelamento salarial já custaram, para as servidoras e servidores municipais de Curitiba, a perda de mais de um salário. Segundo estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a perda de massa salarial acumulada chega a 117%.

    O estudo do Dieese comprova que o congelamento, na prática, significa redução do poder de compra, já que o preço da gasolina, do aluguel e do mercado continua subindo. A inflação acumulada entre março de 2016 e julho de 2018 chega a 9,16%.

    Além das perdas geradas pela inflação, o salário dos servidores também diminuiu por causa do aumento do desconto do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC), que passou de 11% para 11,5%, e do Instituto Curitiba de Saúde (ICS), que subiu de 3,14% para 3,90%.

    Isso sem falar no quanto já foi retirado de nós com o congelamento do Plano de Carreira. Clique aqui para acessar o congelômetro desenvolvido pelo SISMMAC e calcular suas perdas com o congelamento da carreira.

    O último reajuste salarial foi pago na data-base de março de 2016. No ano passado, não houve sequer a reposição da inflação e o prefeito Rafael Greca ainda não se posicionou sobre a data-base desse ano que, por causa da aprovação do pacotaço, foi transferida para outubro.

    Campanha de lutas unificada

    É hora de transformar nossa insatisfação em movimento e fortalecer a luta pelo descongelamento de nossos salários e do Plano de Carreira! Faltam apenas dois meses para a data-base e é preciso aumentar a pressão, a partir dos locais de trabalho, para exigir que o prefeito Rafael Greca pague o que é nosso por direito!

Imprimir
  • 27 | 08 | 2018 - 14:22 Salário
    Sem reajuste há dois anos, servidores já perderam valor de um salário

    Sem reajuste há dois anos, servidores já perderam valor de um salário

    Inflação acumulada de 9,16% achatou salários e diminuiu poder de compra do conjunto dos servidores

    Os 29 meses de congelamento salarial já custaram, para as servidoras e servidores municipais de Curitiba, a perda de mais de um salário. Segundo estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a perda de massa salarial acumulada chega a 117%.

    O estudo do Dieese comprova que o congelamento, na prática, significa redução do poder de compra, já que o preço da gasolina, do aluguel e do mercado continua subindo. A inflação acumulada entre março de 2016 e julho de 2018 chega a 9,16%.

    Além das perdas geradas pela inflação, o salário dos servidores também diminuiu por causa do aumento do desconto do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC), que passou de 11% para 11,5%, e do Instituto Curitiba de Saúde (ICS), que subiu de 3,14% para 3,90%.

    Isso sem falar no quanto já foi retirado de nós com o congelamento do Plano de Carreira. Clique aqui para acessar o congelômetro desenvolvido pelo SISMMAC e calcular suas perdas com o congelamento da carreira.

    O último reajuste salarial foi pago na data-base de março de 2016. No ano passado, não houve sequer a reposição da inflação e o prefeito Rafael Greca ainda não se posicionou sobre a data-base desse ano que, por causa da aprovação do pacotaço, foi transferida para outubro.

    Campanha de lutas unificada

    É hora de transformar nossa insatisfação em movimento e fortalecer a luta pelo descongelamento de nossos salários e do Plano de Carreira! Faltam apenas dois meses para a data-base e é preciso aumentar a pressão, a partir dos locais de trabalho, para exigir que o prefeito Rafael Greca pague o que é nosso por direito!

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS