Sismac

Notícias | Negociação

Imprimir
  • Pedagogas serão chamadas para debater e avaliar suas funções
    16 | 06 | 2016 - 16:06 Condições de Trabalho

    Pedagogas serão chamadas para debater e avaliar suas funções

    Categoria reivindicou espaços coletivos de debate sobre as alterações estudadas na comissão

    A partir do dia 22 de junho, serão realizadas reuniões para ouvir o que as pedagogas e pedagogos acham das funções que realizam na rede municipal. Essa foi a principal decisão da comissão paritária responsável por rever as atribuições e o dimensionamento dos profissionais que atuam pedagogia escolar, na reunião da última quarta-feira (14).

    Se você é pedagogo (a), venha avaliar as tarefas e funções que hoje são atribuídas a você!

    Participe das reuniões que serão organizadas nos núcleos regionais, nas datas abaixo:

    22 de junho (quarta) – CIC, Santa Felicidade e Tatuquara
    23 de junho (quinta) – Boqueirão e Cajuru
    24 de junho (sexta) – Portão
    28 de junho (terça) – Bairro Novo, Pinheirinho e Boa Vista
    05 de julho (terça) – Matriz

    Serão chamadas para esses encontros as pedagogas da educação infantil e do ensino fundamental!
    Além das datas, a comissão também debateu a metodologia que será usada nas reuniões. A realização desses espaços foi uma reivindicação das pedagogas que representam o segmento junto com o SISMMAC. O objetivo é garantir espaços coletivos que envolvam a categoria no debate sobre as alterações estudadas na comissão.

    Metodologia dos encontros

    No início dessas reuniões, serão apresentados os objetivos e o histórico da comissão, que surgiu como resultado da mobilização da categoria e da panfletagem realizada em outubro do ano passado.

    Depois, as pedagogas e pedagogos presentes vão se dividir em grupos para analisar e debater as tarefas descritas do Decreto 35/2016 (antigo Decreto 762/2001). As funções serão separadas nos eixos usados na comissão para facilitar o debate: 1) Relação com a família e a comunidade; 2) Planejamento e Avaliação e 3) Organização do trabalho pedagógico e formação continuada.

    O SISMMAC estará presente nas reuniões, junto com as pedagogas indicadas pelo Sindicato para representar a categoria na comissão.

    Acompanhe os trabalhos da comissão paritária!

    A terceira reunião da comissão também iniciou o debate sobre as tarefas relacionadas à Planejamento e Avaliação. A análise desses pontos continuará na próxima reunião, marcada para o dia 4 de julho. Para essa data, também está previsto o início do debate sobre as tarefas relacionadas à Organização do trabalho pedagógico e à Formação Continuada.

    Para o SISMMAC, é preciso rever a redação da maioria das tarefas descritas no Decreto 35/2016. Nos últimos anos, avançou-se na compreensão de que o pedagogo não pode ser apenas um suporte técnico. Sua principal função é agir como um articulador do trabalho pedagógico e esse avanço precisa estar presente na descrição das tarefas.

    Essa mudança, entretanto, exige mais do que uma simples alteração de texto. É preciso envolver todo o magistério, e em especial as pedagogas e pedagogos da rede, na avaliação das tarefas que são realizadas hoje por esses profissionais e dos obstáculos que dificultam o verdadeiro papel do pedagogo.

    Além da revisão das tarefas, é preciso avançar na mobilização para garantir tempo de planejamento para os profissionais que atuam na pedagogia escolar. Também lutamos pela alteração da portaria de dimensionamento, para garantir mais pedagogas e pedagogos nas unidades.

    As pedagogas que acompanham a comissão foram eleitas em reunião do segmento, realizada em novembro, no SISMMAC. Na reunião do dia 14 de junho, participaram as pedagogas Viviane Bastos, Rosana Almeida, Cristiane Bianchini, Juliana Zeni Ostroski, Grazielle Tallar Triaquim, Francielly Costa e Luciana Kopsch.

  • 16 | 06 | 2016 - 16:06 Condições de Trabalho
    Pedagogas serão chamadas para debater e avaliar suas funções

    Pedagogas serão chamadas para debater e avaliar suas funções

    Categoria reivindicou espaços coletivos de debate sobre as alterações estudadas na comissão

    A partir do dia 22 de junho, serão realizadas reuniões para ouvir o que as pedagogas e pedagogos acham das funções que realizam na rede municipal. Essa foi a principal decisão da comissão paritária responsável por rever as atribuições e o dimensionamento dos profissionais que atuam pedagogia escolar, na reunião da última quarta-feira (14).

    Se você é pedagogo (a), venha avaliar as tarefas e funções que hoje são atribuídas a você!

    Participe das reuniões que serão organizadas nos núcleos regionais, nas datas abaixo:

    22 de junho (quarta) – CIC, Santa Felicidade e Tatuquara
    23 de junho (quinta) – Boqueirão e Cajuru
    24 de junho (sexta) – Portão
    28 de junho (terça) – Bairro Novo, Pinheirinho e Boa Vista
    05 de julho (terça) – Matriz

    Serão chamadas para esses encontros as pedagogas da educação infantil e do ensino fundamental!
    Além das datas, a comissão também debateu a metodologia que será usada nas reuniões. A realização desses espaços foi uma reivindicação das pedagogas que representam o segmento junto com o SISMMAC. O objetivo é garantir espaços coletivos que envolvam a categoria no debate sobre as alterações estudadas na comissão.

    Metodologia dos encontros

    No início dessas reuniões, serão apresentados os objetivos e o histórico da comissão, que surgiu como resultado da mobilização da categoria e da panfletagem realizada em outubro do ano passado.

    Depois, as pedagogas e pedagogos presentes vão se dividir em grupos para analisar e debater as tarefas descritas do Decreto 35/2016 (antigo Decreto 762/2001). As funções serão separadas nos eixos usados na comissão para facilitar o debate: 1) Relação com a família e a comunidade; 2) Planejamento e Avaliação e 3) Organização do trabalho pedagógico e formação continuada.

    O SISMMAC estará presente nas reuniões, junto com as pedagogas indicadas pelo Sindicato para representar a categoria na comissão.

    Acompanhe os trabalhos da comissão paritária!

    A terceira reunião da comissão também iniciou o debate sobre as tarefas relacionadas à Planejamento e Avaliação. A análise desses pontos continuará na próxima reunião, marcada para o dia 4 de julho. Para essa data, também está previsto o início do debate sobre as tarefas relacionadas à Organização do trabalho pedagógico e à Formação Continuada.

    Para o SISMMAC, é preciso rever a redação da maioria das tarefas descritas no Decreto 35/2016. Nos últimos anos, avançou-se na compreensão de que o pedagogo não pode ser apenas um suporte técnico. Sua principal função é agir como um articulador do trabalho pedagógico e esse avanço precisa estar presente na descrição das tarefas.

    Essa mudança, entretanto, exige mais do que uma simples alteração de texto. É preciso envolver todo o magistério, e em especial as pedagogas e pedagogos da rede, na avaliação das tarefas que são realizadas hoje por esses profissionais e dos obstáculos que dificultam o verdadeiro papel do pedagogo.

    Além da revisão das tarefas, é preciso avançar na mobilização para garantir tempo de planejamento para os profissionais que atuam na pedagogia escolar. Também lutamos pela alteração da portaria de dimensionamento, para garantir mais pedagogas e pedagogos nas unidades.

    As pedagogas que acompanham a comissão foram eleitas em reunião do segmento, realizada em novembro, no SISMMAC. Na reunião do dia 14 de junho, participaram as pedagogas Viviane Bastos, Rosana Almeida, Cristiane Bianchini, Juliana Zeni Ostroski, Grazielle Tallar Triaquim, Francielly Costa e Luciana Kopsch.

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS