Sismac

Notícias | Saúde

Imprimir
  • Prefeitura age com descaso na quarta reunião de negociação da Pauta
    20 | 05 | 2016 - 16:40 Condições de Trabalho

    Prefeitura age com descaso na quarta reunião de negociação da Pauta

    Nem ICS nem IPMC foram discutidos na reunião, mas há possibilidade de melhoria na Perícia Médica. Estamos de olho!

    A quarta reunião de negociação da Pauta Prioritária aconteceu nessa quinta-feira (19), e os itens que dizem respeito ao Instituto Curitiba de Saúde, ao Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC) e à Perícia Médica deveriam ter sido discutidos nesse encontro, que encerraria as negociações prioritárias do magistério.

    Entretanto, dessa vez, o descaso da Prefeitura foi além. Mesmo com a reunião agendada com mais de dois meses de antecedência (confira aqui o ofício), os representantes do ICS não estavam presentes na reunião. Para além disso, o IPMC também solicitou uma nova reunião para discutir os itens referentes ao Instituto.

    A administração municipal negligenciou a negociação com as professoras e professores da rede e nem ao menos garantiu a presença dos membros da própria Prefeitura. A gestão alega que o ICS não estava presente devido a uma reunião do Conselho de Administração do Instituto, entretanto, tratava-se de uma reunião ordinária, o que significa que a administração municipal sabia que ela iria acontecer desde o início do ano e poderia ter se planejado para isso.

    Confira aqui a ata de negociação.

    Perícia Médica

    Prioridade no atendimento

    1 – Pós-operatório

    2 – Doenças infectocontagiosas

    3 – Crianças de 0 à 5 anos

    4 – Pessoas com mais de 60 anos

    5 – Gestantes
    O magistério reivindica a melhoria do atendimento na Perícia Médica, tanto no que diz respeito à estrutura do local quanto na capacitação dos médicos peritos. A administração municipal informou que já opera uma revisão no modelo de atendimento (confira a ordem de prioridade no atendimento no box ao lado) e que isso deve ser resolvido em breve. Entretanto, não se comprometeu com um prazo.

    Para além disso, a administração municipal afirmou que está promovendo uma reestruturação da Perícia. E, para isso, está providenciando atendimentos por agendamento e também a ampliação da perícia externa (quando o servidor ou dependente não pode se locomover até o local da Perícia), que já existe mas é pouco conhecida pelos trabalhadores do município. Outra mudança prevista é uma sala de espera específica para os servidores com doenças infectocontagiosas, para evitar a exposição dos demais pacientes.

    A direção do SISMMAC cobrou, mais uma vez, que a administração produza um material de orientação para o conjunto dos servidores municipais sobre a Perícia, esclarecendo a ordem de prioridade no atendimento e a possibilidade de agendamento de perícia e visita do médico perito em casa.

    A Secretaria Municipal de Recursos Humanos (SMRH) informou que esse matéria já está sendo confeccionado.

    Precisamos ficar atentos, pois o SISMMAC faz essa cobrança desde o ano passado e a Prefeitura ainda não colocou as promessas em prática. Por isso, vamos cobrar e fiscalizar a implantação dessas novas medidas!

    As reclamações relacionadas à Perícia Médica devem ser feitas na ouvidoria do Recursos Humanos, site do RH 24h.

    Atestados

    A Portaria nº 722, publicada em abril deste ano, atende à uma das reivindicações das professoras e professores da rede. Agora, atestados de até três dias dos servidores ou dependentes poderão ser apresentados diretamente para a chefia imediata, sem necessidade de passar pela Perícia.

    Os servidores que tiverem mais de um atestado no período de 30 dias devem ir até à Perícia Médica. Confira aqui a Portaria nº 722.

    Faltas da Greve

    O item que reivindica a retirada da anotação da falta da ficha funcional dos servidores que participaram da greve nos dias 11 e 12 de agosto ainda não foi negociado. De acordo com a administração municipal, a secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, deverá negociar a reivindicação até o final do primeiro semestre.

  • 20 | 05 | 2016 - 16:40 Condições de Trabalho
    Prefeitura age com descaso na quarta reunião de negociação da Pauta

    Prefeitura age com descaso na quarta reunião de negociação da Pauta

    Nem ICS nem IPMC foram discutidos na reunião, mas há possibilidade de melhoria na Perícia Médica. Estamos de olho!

    A quarta reunião de negociação da Pauta Prioritária aconteceu nessa quinta-feira (19), e os itens que dizem respeito ao Instituto Curitiba de Saúde, ao Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC) e à Perícia Médica deveriam ter sido discutidos nesse encontro, que encerraria as negociações prioritárias do magistério.

    Entretanto, dessa vez, o descaso da Prefeitura foi além. Mesmo com a reunião agendada com mais de dois meses de antecedência (confira aqui o ofício), os representantes do ICS não estavam presentes na reunião. Para além disso, o IPMC também solicitou uma nova reunião para discutir os itens referentes ao Instituto.

    A administração municipal negligenciou a negociação com as professoras e professores da rede e nem ao menos garantiu a presença dos membros da própria Prefeitura. A gestão alega que o ICS não estava presente devido a uma reunião do Conselho de Administração do Instituto, entretanto, tratava-se de uma reunião ordinária, o que significa que a administração municipal sabia que ela iria acontecer desde o início do ano e poderia ter se planejado para isso.

    Confira aqui a ata de negociação.

    Perícia Médica

    Prioridade no atendimento

    1 – Pós-operatório

    2 – Doenças infectocontagiosas

    3 – Crianças de 0 à 5 anos

    4 – Pessoas com mais de 60 anos

    5 – Gestantes
    O magistério reivindica a melhoria do atendimento na Perícia Médica, tanto no que diz respeito à estrutura do local quanto na capacitação dos médicos peritos. A administração municipal informou que já opera uma revisão no modelo de atendimento (confira a ordem de prioridade no atendimento no box ao lado) e que isso deve ser resolvido em breve. Entretanto, não se comprometeu com um prazo.

    Para além disso, a administração municipal afirmou que está promovendo uma reestruturação da Perícia. E, para isso, está providenciando atendimentos por agendamento e também a ampliação da perícia externa (quando o servidor ou dependente não pode se locomover até o local da Perícia), que já existe mas é pouco conhecida pelos trabalhadores do município. Outra mudança prevista é uma sala de espera específica para os servidores com doenças infectocontagiosas, para evitar a exposição dos demais pacientes.

    A direção do SISMMAC cobrou, mais uma vez, que a administração produza um material de orientação para o conjunto dos servidores municipais sobre a Perícia, esclarecendo a ordem de prioridade no atendimento e a possibilidade de agendamento de perícia e visita do médico perito em casa.

    A Secretaria Municipal de Recursos Humanos (SMRH) informou que esse matéria já está sendo confeccionado.

    Precisamos ficar atentos, pois o SISMMAC faz essa cobrança desde o ano passado e a Prefeitura ainda não colocou as promessas em prática. Por isso, vamos cobrar e fiscalizar a implantação dessas novas medidas!

    As reclamações relacionadas à Perícia Médica devem ser feitas na ouvidoria do Recursos Humanos, site do RH 24h.

    Atestados

    A Portaria nº 722, publicada em abril deste ano, atende à uma das reivindicações das professoras e professores da rede. Agora, atestados de até três dias dos servidores ou dependentes poderão ser apresentados diretamente para a chefia imediata, sem necessidade de passar pela Perícia.

    Os servidores que tiverem mais de um atestado no período de 30 dias devem ir até à Perícia Médica. Confira aqui a Portaria nº 722.

    Faltas da Greve

    O item que reivindica a retirada da anotação da falta da ficha funcional dos servidores que participaram da greve nos dias 11 e 12 de agosto ainda não foi negociado. De acordo com a administração municipal, a secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, deverá negociar a reivindicação até o final do primeiro semestre.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS