Sismac
  • 13 | 01 | 2016 - 17:23 Negociações

    Em 2016, estamos de olho na implantação do Plano de Carreira e nas condições de trabalho

    Em 2016, estamos de olho na implantação do Plano de Carreira e nas condições de trabalho
    Somente a nossa luta será capaz de barrar novos ataques

    O Plano de Carreira do magistério está previsto para sair integralmente do papel em dezembro de 2016. Finalmente, as professoras e professores da rede terão uma carreira que valorize o tempo de serviço. Entretanto, precisamos nos manter alerta. Da mesma forma que o prefeito Gustavo Fruet atrasou etapas e não pagou corretamente os retroativos, ele pode tentar nos enrolar novamente.

    Por isso, é fundamental que iniciemos o ano mobilizados. Além da nossa Campanha de Lutas, que começa logo depois do retorno das aulas, temos que fazer pressão para que a concessão do restante das referências devidas, de fato, aconteça em julho e que a transição para a nova tabela esteja garantida em dezembro. Somente a nossa luta será capaz de barrar novos ataques.

    Para além do Plano de Carreira, também teremos que pressionar a administração municipal por melhores condições de trabalho no chão das escolas, CMEIs e CMAEs. O novo Plano foi conquistado com muita luta, mas a Prefeitura impôs uma sobrecarga de trabalho que acarretou no adoecimento dos trabalhadores da educação.

    Sem contratação de professores e inspetores, sem melhoria da infraestrutura das escolas que sofrem com chuvas e com o calor excessivo e sem a redução do número de alunos por turma tem sido cada vez mais difícil atuar na rede municipal de ensino de Curitiba.

    Em 2016, continuamos DE OLHO na administração Fruet! Por nenhum direito a menos, avançar rumo a novas conquistas!

     

  • 13 | 01 | 2016 - 17:23 Negociações

    Em 2016, estamos de olho na implantação do Plano de Carreira e nas condições de trabalho

    Em 2016, estamos de olho na implantação do Plano de Carreira e nas condições de trabalho
    Somente a nossa luta será capaz de barrar novos ataques

    O Plano de Carreira do magistério está previsto para sair integralmente do papel em dezembro de 2016. Finalmente, as professoras e professores da rede terão uma carreira que valorize o tempo de serviço. Entretanto, precisamos nos manter alerta. Da mesma forma que o prefeito Gustavo Fruet atrasou etapas e não pagou corretamente os retroativos, ele pode tentar nos enrolar novamente.

    Por isso, é fundamental que iniciemos o ano mobilizados. Além da nossa Campanha de Lutas, que começa logo depois do retorno das aulas, temos que fazer pressão para que a concessão do restante das referências devidas, de fato, aconteça em julho e que a transição para a nova tabela esteja garantida em dezembro. Somente a nossa luta será capaz de barrar novos ataques.

    Para além do Plano de Carreira, também teremos que pressionar a administração municipal por melhores condições de trabalho no chão das escolas, CMEIs e CMAEs. O novo Plano foi conquistado com muita luta, mas a Prefeitura impôs uma sobrecarga de trabalho que acarretou no adoecimento dos trabalhadores da educação.

    Sem contratação de professores e inspetores, sem melhoria da infraestrutura das escolas que sofrem com chuvas e com o calor excessivo e sem a redução do número de alunos por turma tem sido cada vez mais difícil atuar na rede municipal de ensino de Curitiba.

    Em 2016, continuamos DE OLHO na administração Fruet! Por nenhum direito a menos, avançar rumo a novas conquistas!

     

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS