Sismac

Notícias | Além dos muros da escola

Imprimir
  • Nota de apoio às professoras de educação infantil de Belo Horizonte
    Divulgação Sind-REDE-BH
    24 | 04 | 2018 - 12:59 Além dos muros da escola

    Nota de apoio às professoras de educação infantil de Belo Horizonte

    Trabalhadoras e trabalhadores em luta por direitos sofreram com a truculência da Polícia Militar

    O SISMMAC se solidariza às professoras da educação infantil de Belo Horizonte e repudia veementemente a ação violenta da Polícia Militar que lançou fogo contra a categoria grevista.

    A PM agiu com muita truculência à mando do governador Fernando Pimentel (PT). A polícia usou gás lacrimogêneo, bombas de efeito moral, spray de pimenta e bala de borracha para reprimir a mobilização das trabalhadoras em luta. Além da repressão do braço armado do Estado ao conjunto dos manifestantes, dois dirigentes sindicais que representam as trabalhadoras em greve foram presos durante o ato que ocorria em frente à Prefeitura.

    As professoras da educação infantil de BH lutam pela equiparação da carreira e isonomia salarial com professores do ensino fundamental com base na legislação nacional, que prevê mesma qualificação para professores dos dois níveis de ensino. A reivindicação da categoria foi, inclusive, promessa de campanha do atual prefeito Alexandre Kalil (PHS), que se recusou a receber os manifestantes.

    A pauta é a mesma das educadoras daqui de Curitiba e também das trabalhadoras do município de Araucária, onde as trabalhadoras enfrentam o sexto dia de greve, sem negociação com a Prefeitura.

    Atender à reivindicação das educadoras melhora a qualidade da educação pública e prioriza uma etapa fundamental de desenvolvimento da criança, de zero a cinco anos de idade. Entretanto, essa não parece ser uma prioridade para os governantes do nosso país.


    Estamos firmes junto com aqueles que lutam e resistem aos ataques do Estado!

  • 24 | 04 | 2018 - 12:59 Além dos muros da escola
    Nota de apoio às professoras de educação infantil de Belo Horizonte
    Divulgação Sind-REDE-BH

    Nota de apoio às professoras de educação infantil de Belo Horizonte

    Trabalhadoras e trabalhadores em luta por direitos sofreram com a truculência da Polícia Militar

    O SISMMAC se solidariza às professoras da educação infantil de Belo Horizonte e repudia veementemente a ação violenta da Polícia Militar que lançou fogo contra a categoria grevista.

    A PM agiu com muita truculência à mando do governador Fernando Pimentel (PT). A polícia usou gás lacrimogêneo, bombas de efeito moral, spray de pimenta e bala de borracha para reprimir a mobilização das trabalhadoras em luta. Além da repressão do braço armado do Estado ao conjunto dos manifestantes, dois dirigentes sindicais que representam as trabalhadoras em greve foram presos durante o ato que ocorria em frente à Prefeitura.

    As professoras da educação infantil de BH lutam pela equiparação da carreira e isonomia salarial com professores do ensino fundamental com base na legislação nacional, que prevê mesma qualificação para professores dos dois níveis de ensino. A reivindicação da categoria foi, inclusive, promessa de campanha do atual prefeito Alexandre Kalil (PHS), que se recusou a receber os manifestantes.

    A pauta é a mesma das educadoras daqui de Curitiba e também das trabalhadoras do município de Araucária, onde as trabalhadoras enfrentam o sexto dia de greve, sem negociação com a Prefeitura.

    Atender à reivindicação das educadoras melhora a qualidade da educação pública e prioriza uma etapa fundamental de desenvolvimento da criança, de zero a cinco anos de idade. Entretanto, essa não parece ser uma prioridade para os governantes do nosso país.


    Estamos firmes junto com aqueles que lutam e resistem aos ataques do Estado!

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS