Sismac

Notícias | Além dos muros da escola

Imprimir
  • 5 dicas para verificar se uma notícia é boato
    05 | 04 | 2018 - 14:52 Além dos muros da escola

    5 dicas para verificar se uma notícia é boato

    Notícias falsas e boatos têm tido grande circulação nas redes sociais e, às vezes, isso acontece por falta de atenção

    Dá para acreditar em tudo que vemos na internet?

    Em tempos de notícias falsas e sensacionalistas, é importante prestar atenção em alguns detalhes das matérias que muitas vezes passam despercebidos por nossos olhos. Confira abaixo nossas dicas para que você não caia em boatos e não compartilhe mentiras nas suas redes sociais:

    Fonte

    Sempre verifique a fonte da notícia. Nem tudo que circula no WhatsApp e no Facebook foi apurado com o rigor necessário até virar uma notícia, por isso, atenção a quem escreveu a matéria!

    Cheque em lugares diferentes

    Para além de conferir a fonte e se ela tem credibilidade na praça, é bom verificar se a notícia circulou em mais de um veículo de comunicação. As notícias podem ter enfoques e posicionamentos diferentes, mas um fato é sempre um fato.

    Leia a notícia até o final

    Uma matéria é composta por vários elementos, por isso, nem todas as informações aparecem logo no começo da notícia. É importante que o conteúdo publicado seja lido do começo ao fim, suas dúvidas podem estar respondidas ali!

    Data

    É comum que sites oportunistas repostem notícias antigas como sendo novas. Isso faz a audiência aumentar e para esses sites quantos mais cliques nos links, melhor! Sempre confira as datas da matéria!

    Adjetivos e termos sensacionalistas

    Para chamar a sua atenção, muitos sites usam termos “duvidosos” ou com viés escandaloso. Desconfie e não compartilhe!

    É sempre bom lembrar que notícias não são neutras, elas trazem junto a linha editorial daquela instituição, seja ela um jornal, um sindicato ou uma empresa. Por isso, é importante identificar as linhas editoriais dos veículos de comunicação, conferir as datas e ler a notícia até o final antes de compartilhar essas informações nas suas redes sociais.

    Esteja sempre atento a esses detalhes e você não cairá em boatos muitas vezes feitos apenas para confundir leitores e promover sites questionáveis!

Imprimir
  • 05 | 04 | 2018 - 14:52 Além dos muros da escola
    5 dicas para verificar se uma notícia é boato

    5 dicas para verificar se uma notícia é boato

    Notícias falsas e boatos têm tido grande circulação nas redes sociais e, às vezes, isso acontece por falta de atenção

    Dá para acreditar em tudo que vemos na internet?

    Em tempos de notícias falsas e sensacionalistas, é importante prestar atenção em alguns detalhes das matérias que muitas vezes passam despercebidos por nossos olhos. Confira abaixo nossas dicas para que você não caia em boatos e não compartilhe mentiras nas suas redes sociais:

    Fonte

    Sempre verifique a fonte da notícia. Nem tudo que circula no WhatsApp e no Facebook foi apurado com o rigor necessário até virar uma notícia, por isso, atenção a quem escreveu a matéria!

    Cheque em lugares diferentes

    Para além de conferir a fonte e se ela tem credibilidade na praça, é bom verificar se a notícia circulou em mais de um veículo de comunicação. As notícias podem ter enfoques e posicionamentos diferentes, mas um fato é sempre um fato.

    Leia a notícia até o final

    Uma matéria é composta por vários elementos, por isso, nem todas as informações aparecem logo no começo da notícia. É importante que o conteúdo publicado seja lido do começo ao fim, suas dúvidas podem estar respondidas ali!

    Data

    É comum que sites oportunistas repostem notícias antigas como sendo novas. Isso faz a audiência aumentar e para esses sites quantos mais cliques nos links, melhor! Sempre confira as datas da matéria!

    Adjetivos e termos sensacionalistas

    Para chamar a sua atenção, muitos sites usam termos “duvidosos” ou com viés escandaloso. Desconfie e não compartilhe!

    É sempre bom lembrar que notícias não são neutras, elas trazem junto a linha editorial daquela instituição, seja ela um jornal, um sindicato ou uma empresa. Por isso, é importante identificar as linhas editoriais dos veículos de comunicação, conferir as datas e ler a notícia até o final antes de compartilhar essas informações nas suas redes sociais.

    Esteja sempre atento a esses detalhes e você não cairá em boatos muitas vezes feitos apenas para confundir leitores e promover sites questionáveis!

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS