Sismac

Notícias | Além dos muros da escola

Imprimir
  • Moção contra as perseguições políticas aos educadores do Paraná
    23 | 03 | 2018 - 17:51 Além dos muros da escola

    Moção contra as perseguições políticas aos educadores do Paraná

    Governo do estado quer punir aqueles que supostamente participaram das mobilizações realizadas em 2016

    O magistério aprovou em assembleia uma moção contra as perseguições políticas sofridas pelos trabalhadores da educação da rede estadual do Paraná por parte do governo Beto Richa.

    O governo do estado tem empregado esforços para atacar aqueles que supostamente participaram das ocupações e outras manifestações que ocorreram ao longo do ano de 2016.

    Contatos para envio da moção

    Sr. Carlos Alberto Richa, Governador do Paraná
    por meio do gabinete do Chefe da Casa Civil:
    gersonnunes@ccivil.pr.gov.br

    Sra. Ana Seres Trento Comin, Secretária da Educação do Paraná
    por meio de sua Chefia de Gabinete:
    creusaborges@seed.pr.gov.br

    Com cópia para o Ministério Público do Trabalho
    por meio do seu procurador-chefe, sr. Gláucio Araújo de Oliveira
    glaucio.oliveira@mpt.mp.br

    Com cópia para a coordenação da campanha:
    apoioeducadorespr@gmail.com
    Os Núcleos Regionais de Educação têm convocado professores e demais trabalhadores das escolas ocupadas para prestarem depoimentos sobre a mobilização. No Paraná, são mais de 3.500 casos de trabalhadores do funcionalismo sofrendo essa perseguição política.

    A sua escola também pode participar dessa campanha! Basta enviar a moção assinada para as autoridades e para os responsáveis pela campanha em defesa dos trabalhadores em educação do estado do Paraná. Confira os contatos no box ao lado. 

    Moção contra as perseguições políticas às educadoras e educadores paranaenses

    Em sinal de solidariedade, nos dirigimos a cada uma das autoridades responsáveis pelas sindicâncias e processos administrativos movidos contra mais de 3.500 trabalhadores/as da educação do estado do Paraná solicitando que:

    1. Cessem os procedimentos de sindicância, bem como os processos administrativos daí oriundos, baseados em denúncias anônimas via ouvidorias, sem materialidade ou fundamento legal, movidos contra educadores(as) simplesmente por terem expressado apoio às ações do movimento estudantil paranaense em protesto contra a Reforma do Ensino Médio, ou por tomarem parte de mobilizações legítimas da própria categoria. Esses procedimentos visam criar uma política de intimidação e cerceamento de liberdades democráticas, utilizando, inclusive, os entulhos autoritários presentes no Estatuto do Magistério elaborado à época da ditadura militar.

    Reafirmamos nossa solidariedade com os trabalhadores em educação do estado do Paraná, contra qualquer tipo de perseguição que viole os direitos fundamentais de organização e de livre expressão. Divulgaremos amplamente esta campanha, denunciando as arbitrariedades e as perseguições políticas que ocorrem no estado do Paraná! Ninguém pode ser punido por defender a educação pública, gratuita, laica de qualidade para todos! Somos todos trabalhadores em educação!

    Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (SISMMAC)

Imprimir
  • 23 | 03 | 2018 - 17:51 Além dos muros da escola
    Moção contra as perseguições políticas aos educadores do Paraná

    Moção contra as perseguições políticas aos educadores do Paraná

    Governo do estado quer punir aqueles que supostamente participaram das mobilizações realizadas em 2016

    O magistério aprovou em assembleia uma moção contra as perseguições políticas sofridas pelos trabalhadores da educação da rede estadual do Paraná por parte do governo Beto Richa.

    O governo do estado tem empregado esforços para atacar aqueles que supostamente participaram das ocupações e outras manifestações que ocorreram ao longo do ano de 2016.

    Contatos para envio da moção

    Sr. Carlos Alberto Richa, Governador do Paraná
    por meio do gabinete do Chefe da Casa Civil:
    gersonnunes@ccivil.pr.gov.br

    Sra. Ana Seres Trento Comin, Secretária da Educação do Paraná
    por meio de sua Chefia de Gabinete:
    creusaborges@seed.pr.gov.br

    Com cópia para o Ministério Público do Trabalho
    por meio do seu procurador-chefe, sr. Gláucio Araújo de Oliveira
    glaucio.oliveira@mpt.mp.br

    Com cópia para a coordenação da campanha:
    apoioeducadorespr@gmail.com
    Os Núcleos Regionais de Educação têm convocado professores e demais trabalhadores das escolas ocupadas para prestarem depoimentos sobre a mobilização. No Paraná, são mais de 3.500 casos de trabalhadores do funcionalismo sofrendo essa perseguição política.

    A sua escola também pode participar dessa campanha! Basta enviar a moção assinada para as autoridades e para os responsáveis pela campanha em defesa dos trabalhadores em educação do estado do Paraná. Confira os contatos no box ao lado. 

    Moção contra as perseguições políticas às educadoras e educadores paranaenses

    Em sinal de solidariedade, nos dirigimos a cada uma das autoridades responsáveis pelas sindicâncias e processos administrativos movidos contra mais de 3.500 trabalhadores/as da educação do estado do Paraná solicitando que:

    1. Cessem os procedimentos de sindicância, bem como os processos administrativos daí oriundos, baseados em denúncias anônimas via ouvidorias, sem materialidade ou fundamento legal, movidos contra educadores(as) simplesmente por terem expressado apoio às ações do movimento estudantil paranaense em protesto contra a Reforma do Ensino Médio, ou por tomarem parte de mobilizações legítimas da própria categoria. Esses procedimentos visam criar uma política de intimidação e cerceamento de liberdades democráticas, utilizando, inclusive, os entulhos autoritários presentes no Estatuto do Magistério elaborado à época da ditadura militar.

    Reafirmamos nossa solidariedade com os trabalhadores em educação do estado do Paraná, contra qualquer tipo de perseguição que viole os direitos fundamentais de organização e de livre expressão. Divulgaremos amplamente esta campanha, denunciando as arbitrariedades e as perseguições políticas que ocorrem no estado do Paraná! Ninguém pode ser punido por defender a educação pública, gratuita, laica de qualidade para todos! Somos todos trabalhadores em educação!

    Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (SISMMAC)

Notícias Relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS