Sismac
O SISMMAC preparou uma ferramenta para que as professoras e professores da rede saibam o quanto foram roubados com a não implantação do novo Plano de Carreira ainda durante o governo Fruet e com o congelamento dos salários e da carreira provocados pelo pacotaço na gestão de Rafael Greca.

O Congelômetro calcula as perdas acumuladas do seu salário em três períodos: no dia em você está fazendo a consulta, em outubro de 2018 e em março de 2019, essas duas últimas datas são referentes aos períodos em que devem ocorrer a data-base da categoria.

O objetivo dessa ferramenta é possibilitar que todos saibam o quanto lhes foi retirado. É preciso defender nossa conquista e lutar pelo descongelamento da carreira e impedir novos ataques.

Informações Utilizadas:

1 - O Congelômetro usou os dados dos profissionais do magistério que estão na ativa extraídos de documentos divulgados pela Prefeitura.

2 - Os professores que se aposentaram após 1º de dezembro de 2016 terão um resultado parcial no Congelômetro. Isso porque o cálculo das perdas é feito até a data da aposentadoria.

3 - A perda real é ainda maior porque o Congelômetro não considera quinquênios e gratificações para efeito de cálculo.

4 - Se você teve um avanço por titulação durante o período do congelamento, digite a sua matrícula e lembre-se de corrigir as informações. É importante corrigir o nível, a referência e a letra! Para fazer essa correção, basta conferir a antiga tabela aqui e migrar para o novo nível, mantendo a mesma linha e a mesma coluna do antigo nível.

Se você não está na nossa base de dados e o Congelômetro não conseguiu calcular as suas perdas, não se preocupe. Entre em contato com o SISMMAC pelo telefone 3225-6729, pela nossa página do Facebook ou pelo Fale Conosco aqui do site para mais informações.

Rua Nunes Machado, 1577, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS